Sem apoio, Haddad vai pagar árvore de Natal do Ibirapuera

Sem apoio, Haddad vai pagar árvore de Natal do Ibirapuera

Após 12 anos, capital perde patrocínio de banco; decoração deve estar pronta no dia 13 de dezembro. O custo ainda não é conhecido

Adriana Ferraz e Jéssica Ferreira, O Estado de S. Paulo

26 de novembro de 2014 | 03h00

SÃO PAULO - Após 12 anos, a Prefeitura terá de arcar com os custos da Árvore de Natal do Ibirapuera. Sem patrocinador, a gestão Fernando Haddad (PT) abriu licitação para a contratação de empresa especializada na montagem da estrutura, que deverá ter ao menos 54 metros de altura - o equivalente a um prédio de 20 andares. 

As propostas deverão ser abertas nesta sexta-feira, apenas 15 dias antes da data prevista para a inauguração. Segundo o edital, tudo deve estar pronto no dia 13 de dezembro. O custo ainda não é conhecido.


Apesar da correria, a SPTuris, responsável pela organização do Natal Iluminado - que inclui ainda a decoração da Avenida Paulista e de outros locais da cidade -, afirma que os trabalhos não estão atrasados. De acordo com a empresa municipal, a Árvore do Ibirapuera é só uma das atrações do evento, que será lançado por Haddad no sábado.

Diferentemente do que foi cogitado pela Prefeitura no ano passado, o endereço da árvore permanecerá o mesmo. Se a licitação for concluída sem imprevistos, a montagem começa na semana que vem na Praça Aldo Chioratto, com acesso pela Avenida Pedro Álvares Cabral, zona sul. A ideia de levar a atração para dentro do Parque do Ibirapuera, evitando a necessidade de bloqueios no trânsito da região, não foi levada adiante.

Segundo critérios da Prefeitura, a árvore deverá ter uma base com 30 metros de diâmetro e sistema de iluminação em LED. A decoração terá 60 bolas coloridas, 70 estrelas e 35 laços vermelhos. A previsão é de que a atração fique exposta até o dia 5 de janeiro.

Como de costume, a programação do Natal Iluminado terá início na Catedral da Sé. No sábado, a Sinfônica Heliópolis e o Coral da Gente, ambos do Instituto Baccarelli, realizam concerto às 19 horas, após uma cerimônia ecumênica marcada para as 18 horas. O público poderá conferir projeções com temas natalinos na fachada.

Metrô. O Banco Santander, que patrocinou a Árvore do Ibirapuera durante 12 anos, mudou sua estratégia de marketing. A empresa vai promover a decoração da Linha 4-Amarela do Metrô. 

A campanha Natal em Movimento terá início no dia 1.º, nas sete estações e nos 14 trens da linha. A ação terá o tradicional trono do Papai Noel. Segundo o banco, a decisão de não continuar patrocinando a árvore ocorreu naturalmente e foi avisada com antecedência à Prefeitura.

Tudo o que sabemos sobre:
NatalSão PauloParque do Ibirapeura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.