Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Seis pessoas são baleadas em tiroteio ao lado do Sesc Parque D. Pedro II, no centro de SP

Disparos foram efetuados após suposto desentendimento entre dois ou três homens; local fica a uma quadra do Museu Catavento e do Mercado Municipal

Priscila Mengue, O Estado de S. Paulo

06 de outubro de 2019 | 18h20

SÃO PAULO - Seis pessoas foram baleadas em um suposto desentendimento entre dois ou três homens na manhã deste domingo, 6, junto da Praça São Vito, na região central da cidade de São Paulo. O incidente ocorreu por volta das 10h10 na calçada que fica do lado de fora do Sesc Parque D. Pedro II e a uma quadra do Museu Catavento e do Mercado Municipal Paulistano

O ferido mais grave é um vendedor de 34 anos, que foi encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia. As demais vítimas são mulheres entre 23 e 59 anos, das quais ao menos uma (que levou um tiro de raspão) teve alta do Hospital do Servidor Público Municipal (PS Vergueiro). O atendimento inicial dos baleados foi feito por uma enfermeira e um socorrista do Sesc.

Vídeo de uma câmera de segurança obtido pelo Estado mostra que algumas dezenas de pessoas estavam no local do crime no momento dos disparos, onde ficavam vendedores de lanches e bebidas. Em seguida, as imagens mostram as pessoas correndo, momento em que um homem de camiseta branca cai no chão e é alvejado por outro, que vai embora após os disparos.

A Praça São Vito fica debaixo de um viaduto, sendo ocupada por moradias improvisadas e usada de estacionamento por ônibus de sacoleiros que frequentam o Brás. O local do crime foi modificado antes da chegada da polícia e da perícia, de modo que havia apenas uma camiseta suja de sangue no chão, enquanto todos os ambulantes estavam a metros de distância. 

Três versões diferentes sobre o caso foram relatadas. Duas envolvem uma briga entre ambulantes, com relatos de que um ou dois estariam armados. A principal hipótese é que o alvo dos tiros era o único homem atingido, enquanto as mulheres foram baleadas por estarem nas proximidades.

Há, ainda, uma versão de que um segurança (que também seria policial civil) teria abordado dois homens e insinuado que estariam com mercadoria roubada, no que teria sido agredido e, então, respondido com tiros.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio no 8° DP (Brás/Belém), mas será encaminhado para o 1º DP (Sé) que prosseguirá com as investigações, já estando com equipes em diligências para identificar, localizar e prender o autor. “Todas as vítimas foram socorridas e não foram localizadas testemunhas presenciais ou que pudessem identificar o autor”, informou nota da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

O Sesc Parque Dom Pedro II foi temporariamente fechado após o incidente. Uma placa na frente do espaço e um aviso publicado nas redes sociais informam que a unidade não reabrirá neste domingo por causa de "problemas técnicos"./COLABOROU PAULA FELIX

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.