Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Seguranças expulsam com cassetetes moradores de rua de estação de metrô; grupo reage com pedras

A companhia disse que grupo estava incomodando passageiros e foram orientados a se retirar do local, mas alguns se recusaram. Conduta dos empregados será 'verificada', disse o Metrô

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2019 | 01h14
Atualizado 03 de setembro de 2019 | 20h31

SÃO PAULO - Uma confusão se formou no interior da Estação do metrô, no centro de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 2. Seguranças da Companhia do Metropolitano expulsaram moradores de rua do local, agredindo alguns com cassetetes e empurrões. Outros moradores de rua, após serem expulsos do local, atiraram pedras contra os funcionários. 

Imagens gravadas por uma testemunha mostram o momento em que um grupo de seguranças aborda pessoas que estavam sentadas e deitadas dentro da estação. Uma discussão se forma e é possível ver quando alguns dos agentes usam os cassetetes contra os moradores de rua, que saem correndo por uma escada. Do alto dessa escada, já fora da estação, alguns deles atiram pedras contras os funcionários, mas não é possível ver se elas atingem alguém.

Em nota, o Metrô disse que os moradores de rua "incomodavam passageiros" e foram orientados a se retirar do local, mas alguns se recusaram. "Houve confronto entre as partes e depredação da estação". O Metrô disse que a ocorrência foi registrada na Delegacia do Metropolitano (Delpom), o que não havia sido confirmado pela Secretaria da Segurança Pública nesta segunda. Nesta terça, a Polícia Civil disse que investiga a confusão e o caso foi registrado como dano qualificado e abuso de autoridade.  A companhia disse ainda apurar a conduta dos seus empregados "a fim de verificar se houve excesso". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.