Segurança mata ladrão de relógio no Itaim-Bibi

Homem reagiu à ameaça de roubo contra um dos proprietários do Shopping Center Norte; executivo, de 73 anos, não se feriu

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

26 Setembro 2014 | 21h14

SÃO PAULO - Um adolescente, de 17 anos, que tentou assaltar o empresário Rolf Baumgart, de 73 anos, presidente do Grupo Baumgart e um dos proprietários do Shopping Center Norte, foi morto por um dos seguranças particulares do executivo na manhã desta sexta-feira, 26, na Rua Joaquim Floriano, no Itaim-Bibi, na zona sul.

De acordo com informações da Polícia Civil, o estudante Wesley dos Santos Bastos dirigia uma motocicleta e estava sozinho no veículo. Armado com uma pistola Beretta 6.35, ele rendeu Baumgart, que tinha acabado de descer do automóvel para uma reunião. O adolescente queria o relógio importado do empresário. 

No entanto, ainda segundo a polícia, o estudante não reparou que Baumgart estava acompanhado por um segurança, de 39 anos, que desembarcou do mesmo carro que o empresário ocupava. 

O funcionário da família sacou uma pistola .380 e, de acordo com a polícia, pediu para que o adolescente soltasse a arma e se entregasse. Segundo a versão apresentada pelo segurança e pelo empresário no 15.º DP (Itaim-Bibi), o adolescente não se rendeu. 

Os dois relataram que Bastos apontou a arma em direção ao segurança de Baumgart. Segundo o boletim de ocorrência, o funcionário do empresário reagiu. Desse modo, “não houve alternativa senão alvejar o adolescente com dois disparos”.

Após atirar contra o estudante, o segurança acionou a Polícia Militar e uma equipe de resgate. No entanto, Bastos morreu antes de ser atendido. Na rua do crime, os policiais solicitaram imagens de prédios que possam mostrar a ação. 

O caso foi registrado como tentativa de roubo, homicídio e resistência à prisão. Ainda segundo a polícia, o executivo não se feriu e passa bem.

Rolf Baumgart é irmão de Curt Walter Otto Baumgart, fundador do Shopping Center Norte, que morreu após sofrer uma parada cardíaca em setembro de 2010. Procurado pela reportagem, o Grupo Center Norte afirmou que não iria se pronunciar sobre o caso.

Criminalidade. Pelo 15.º mês consecutivo os casos de roubo (exceto de veículos)voltaram a crescer no Estado de São Paulo (11,7%) e na capital (13,6%), de acordo com as estatísticas de criminalidade divulgadas na quinta-feira pela Secretaria da Segurança Pública. 

No 15.º DP, onde o caso da morte do adolescente que tentou assaltar o empresário foi registrado, o aumento desse tipo de crime foi de 32,1%, segundo a pasta. Entre janeiro e agosto de 2013, a delegacia registrou 867 casos de roubo. Já no mesmo período deste ano, acumulou 1.145 ocorrências. 

Mais conteúdo sobre:
São PauloItaim-BIbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.