Segurança é um dos principais fatores que atraem o paulistano

Um dos principais fatores que levavam as pessoas a escolher um determinado shopping é a sensação de segurança que ele proporciona. Segundo Abraham Maslow, psicólogo americano que propôs a teoria conhecida como a Hierarquia das Necessidades Humanas, todos nós temos necessidades que precisam ser atendidas. Elas estão relacionadas numa sequência hierárquica, que vai desde as mais básicas, como a sensação de segurança, até as mais avançadas, como a autorrealização.

Análise: Vitor Edson Marques Júnior, O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2010 | 00h00

Existem outros trabalhos científicos que estudam a relação entre o ato de comprar e o prazer gerado por ele (hedonismo). As civilizações modernas buscam cada vez mais o prazer de consumir algum bem ou serviço, sendo induzidas por um marketing avançado e inteligente, que cria necessidades de consumo de produtos muitas vezes dispensáveis para o nosso dia a dia. Ou seja, os consumidores tendem a buscar sua satisfação por meio do consumo e procuram fazê-lo, também por necessidade, em um ambiente percebido como seguro.

Diante desse contexto, pode-se prever que, se nada for feito para coibir os assaltos e aumentar a sensação de segurança, os shoppings tendem a ser gradativamente preteridos. Assustados e inseguros, tais consumidores podem optar pelo cada dia mais conveniente e seguro meio de realizar suas compras: a internet.

É PROFESSOR E CONSULTOR EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÕES, MESTRE EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS PELA USP DE RIBEIRÃO PRETO E AUTOR DA PESQUISA "UM ESTUDO SOBRE OS ATRIBUTOS DE ESCOLHA DE SHOPPINGS CENTERS PELOS CONSUMIDORES"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.