Segundo suspeito de matar estudante da FGV chega a São Paulo

Suposto autor do crime foi preso no oeste do Paraná, enquanto seu irmão já estava detido na capital paulista

Pedro da Rocha,

06 Março 2011 | 23h41

O segundo suspeito de matar o estudante Júlio César Grimm Bakri, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), chegou na noite deste domingo, 6, ao 4º Distrito Policial de São Paulo, no Bairro Consolação. Valmir Ventino da Silva, de 19 anos, foi preso no sábado, 5, em Cascavel, no oeste do Paraná.

Bakri e seu amigo Christofer Akio Cha Tominaga, de 23 anos, estudantes do 4º ano de Administração da FGV, foram baleados, no dia 23 de fevereiro deste ano, quando estavam sentados próximos a uma mesa na calçada de um bar na Consolação. O outro suspeito, Francisco Macedo dos Santos, de 24 anos, irmão de Silva, já está preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.