Secretário justifica despejos no Parque do Gato, em SP

O secretário municipal de Habitação de São Paulo, Orlando Almeida, disse nesta segunda-feira, 27, em entrevista à Rádio CBN, que as pessoas que compraram irregularmente apartamentos no Parque do Gato, zona norte paulistana, não têm o perfil para morar no local.   Parte dos moradores interditou a Marginal Tietê na manhã desta segunda, em protesto que mplicou o trânsito da capital. "Essas pessoas não têm o perfil para ocupar os imóveis. Algumas têm até veículos. Não é uma medida arbitrária da prefeitura. É apenas o cumprimento de um contrato que foi quebrado por pessoas que ocuparam e ocupam o imóvel de forma ilegal", disse Orlando Almeida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.