Secretário exige explicações da Eletropaulo por falta de luz

Em nota, Luiz Antonio Marrey acusa companhia de não explicar constantes cortes de energia na capital

Maíra Teixeira e Rita Cirne, da Central de Notícias,

11 Fevereiro 2010 | 20h56

O secretário Luiz Antonio Marrey, da Secretaria de Justiça e da Defesa da Cidadania, fez um declaração polêmica no início desta noite de quinta-feira, 11. Em nota, Marrey acusa a AES Eletropaulo de não explicar adequadamente os constantes cortes de energia na capital. A manifestação ocorre após a interrupção do serviço na região da Avenida Paulista - que permanece no escuro desde às 17h de hoje, sem previsão de restabelecimento.

 

De acordo com a AES Eletropaulo, por volta das 17h, houve interrupção no fornecimento de energia em trechos da Avenida Paulista e região devido ao rompimento de cabos subterrâneos. A empresa informou que equipes estão trabalhando no local para restabelecer os serviços.

 

O secretário afirmou ser "lamentável" que a população da capital passe novamente por situação de falta de energia elétrica. "Desta vez, parece que não tem conexão com a chuva. Então, a Eletropaulo deve novas explicações. A sociedade quer saber os motivos de tantos cortes de energia em período tão curto de tempo."

 

Segundo o secretário, o Procon-SP, órgão ligado à pasta de Defesa da Cidadania, está mobilizado para receber as denúncias dos consumidores e para cobrar providências da Eletropaulo no que tange à continuidade do serviço e à adequada prestação de informações às pessoas afetadas.

 

Os principais trechos atingidos são: Avenida Paulista, na altura do número 2.000, Alameda Campinas, Rua Bela Cintra, Rua Antônio Carlos, Rua Augusta, Rua Frei Caneca e Rua Haddock Lobo.

Mais conteúdo sobre:
SP Eletropaulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.