Secretário diz que vai fazer pente-fino em gestão de clubes

O secretário municipal de Esportes, Celso Jatene, admite que os clubes de comunidade estão dominados por times de futebol de várzea. Ele disse que a partir de segunda-feira o governo vai fazer um pente-fino na documentação dos 298 CDCs, mas somente uma legislação poderá mudar a gestão dos espaços.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2014 | 02h14

"Queremos pedir à Câmara uma comissão de estudos para montar uma nova lei de funcionamento dos CDCs, com responsabilidades e deveres para quem assume a gestão", afirmou Jatene. Ele, porém, disse que não quer retirar de vez os clubes de várzea. "Precisamos criar metas para serem cumpridas por quem está nesses clubes", afirmou.

Não é a primeira vez que a Prefeitura tenta reassumir a gestão dos CDCs. Em abril de 2007, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) baixou o Decreto 48.267 determinando que a pasta de Esportes assumisse a fiscalização e supervisão dos CDCs.

A norma dizia que as atividades do programa Clube-Escola, como aulas de tênis e ioga para terceira idade, deveriam ser implementadas nos CDCs. Passados sete anos, a regra está longe de ser cumprida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.