Marcelo Gonçalves / Sigmapress
Marcelo Gonçalves / Sigmapress

Secretário afirma que viaduto cedeu mais três milímetros durante a noite

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly, em breve será feito o macaqueamento da estrutura

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

17 Novembro 2018 | 12h33

SÃO PAULO - O viaduto interditado na pista expressa da Marginal do Pinheiros, zona oeste de São Paulo, cedeu mais três milímetros entre a noite de anteontem e a manhã de ontem, informou o secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly. Segundo ele, a variação é normal e a situação segue estável, mas ainda há risco de desabar. Na madrugada, dois homens foram presos pela Guarda Civil Metropolitana por pichar o viaduto. 

O secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly, informou na manhã deste sábado, 17, que a estrutura do viaduto cedeu mais 3 milímetros.

"No período da noite, em função da mudança de temperatura, e como era esperado houve uma movimentação na estrutura. Temos agora um centímetro acumulado do lado direito e 1,2 cm do lado esquerdo", disse Aly.

De acordo com o secretário, todas as medidas estão sendo realizadas para escorar o viaduto. " Estamos trabalhando com 75 funcionários no local. O trabalho tem que ser ponderado porque ainda temos algum risco e a estrutura está doente", afirmou. Segundo Aly, em breve será feito o macaqueamento da estrutura.

O secretário disse que a  prioridade no momento é a segurança dos funcionários que estão trabalhando no local, da estrutura e preservação da linha da CPTM e que estão trabalhando para diminuir o transtorno a população.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.