JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Secretária se casou pela primeira vez aos 58 anos

'Eu falei que queria casar, mas ele não queria. Eu insisti', diz Maria Cecília Seoane, que oficializou união com Júlio Alberto Seoane no dia 4

O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2013 | 03h10

O primeiro casamento da secretária executiva Maria Cecília Seoane foi aos 58 anos. "Eu falei que queria casar, mas ele não queria. Eu insisti", afirma ela, que oficializou a união com Júlio Alberto Seoane no dia 4, em um cartório no Butantã, zona oeste de São Paulo.

A história do casal está repleta de encontros e desencontros. Os dois trabalharam juntos há mais de 25 anos em uma gráfica e não se falavam desde então. Em novembro do ano passado, Maria encontrou Júlio no Facebook e deixou um recado. Não obteve resposta. No Natal e no ano-novo, desejou boas festas. Nenhuma resposta. Persistente, investiu no aniversário dele, em 8 de janeiro. "No dia seguinte ele respondeu com o número de telefone dele e um pedido para que eu telefonasse. Liguei imediatamente. Marcamos de nos ver e do dia 12 até agora não nos desgrudamos", conta Maria Cecília.

"A gente se reencontrou e, depois de um tempo, nos permitimos viver. Então decidimos nos casar", diz Seoane, com forte sotaque castelhano - ele nasceu em São Paulo, mas foi criado no Uruguai.

Maria Cecília comprou dois vestidos para o casamento. "É bastante diferente do meu outro relacionamento. Nós temos uma história curta, mas muito bonita", conta Seoane, que trabalha em uma oficina mecânica. Ele tem três filhos do primeiro casamento e ela, uma filha, que criou sozinha. Há duas semanas, estão construindo a própria história. / M.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.