Secretaria promove semana de combate à dengue em SP

Cerca de 20 mil agentes foram mobilizados para o evento; objetivo é alertas a população de todo o Estado

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

14 de novembro de 2008 | 11h37

A partir da próxima segunda-feira, 17, até sábado, 22, a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo vai promover uma semana especial de atividades para combater a dengue.  De acordo com a secretaria, cerca de 20 mil agentes foram mobilizados para a Semana Estadual de Combate à Dengue, em parceria com os municípios, para realizar uma intensa varredura pelo Estado e remover possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. O objetivo é alertar a população paulista e evitar que a dengue retorne com força no verão. Na capital paulista cerca de 60 integrantes do Esquadrão Anti-Dengue estarão no bairro do Ipiranga a partir das 8h30 de segunda, para um verdadeiro "arrastão".  O grupo faz parte de uma equipe especial da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), órgão da secretaria, que auxilia os municípios no controle da dengue.  Em parceria com a Prefeitura de São Paulo serão realizadas visitas casa a casa, distribuição de panfletos, vistoria de terrenos, cata-bagulho, instalação de toucas em caixas d'água e orientação da população. Ainda segundo a pasta, por todo o Estado estão programadas diversas atividades, com foco principal para a remoção dos chamados materiais inservíveis, como latas, frascos, garrafas, plásticos, entulhos e pneus velhos, que podem servir de "abrigo" para o mosquito da dengue.  Haverá, ainda, panfletagens, pedágios, teatros, oficinas, palestras e outras atividades para prevenir a proliferação do mosquito, evitando que os paulistas sejam infectados pelo vírus da dengue no próximo ano. Cerca de 500 cidades paulistas foram mobilizadas para a semana estadual. O tipo de atividade de cada município foi definido pelas secretarias municipais de saúde, conforme as necessidades locais. Alguns municípios já desencadearam as ações no início de novembro e outros farão atividades até o final deste mês. "Esse é um trabalho fundamental de mobilização para que o Estado de São Paulo consiga conter a dengue durante o período de calor e de chuvas. Com o apoio da população esperamos vencer mais uma batalha na guerra contra o mosquito", afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata. Ao longo do inverno e primavera a secretaria apoiou os municípios no trabalho de remoção de larvas e ovos do Aedes aegypti e em ações para eliminar o mosquito adulto em locais onde houve transmissão da dengue no período de frio.  Cerca de 1,1 mil agentes foram contratados pelo governo do Estado para a Operação de Inverno. Usuários de celular receberam 4 milhões de torpedos por celular com mensagens de alerta de combate à dengue, e seis milhões de panfletos foram distribuídos à população.  De janeiro a outubro foram registrados no Estado 7.165 casos de dengue, o que representa uma queda de 92,1% na comparação com o mesmo período de 2007, quando houve 90.353 ocorrências nos municípios paulistas.  O ponto de encontro da ação do Esquadrão Anti-Dengue nesta segunda-feira será na praça Alfredo José Soares, nas proximidades da Rua Doutor Pinto Nazário, Jardim Botucatu, zona sul de São Paulo, perto do Zoológico.

Tudo o que sabemos sobre:
dengueSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.