Secretaria de Saúde de SP anuncia campanha para doação de sangue

No inverno, estoques costumam cair para menos da metade de outros meses do ano

Daniel Gonzales, do estadão.com.br

14 de maio de 2010 | 11h56

Com a chegada do inverno e do frio no meio do ano, os estoques de sangue nos hospitais de São Paulo e o volume de doações nos hemocentros paulistas costumam cair para a metade dos níveis registrados em outras épocas do ano.

 

Apesar de o estoque atual de sangue ainda ser suficiente para atender a demanda, a Secretaria Estadual de Saúde vai iniciar, neste fim de semana, uma campanha de doação, que vai se estender por todo o inverno - justamente para que os níveis não caiam demais.

 

O órgão disponibilizou um mapa no Google Maps, que mostra os endereços dos seis hemocentros onde pode ser feita a doação - um na capital e cinco no interior, nas cidades de São José do Rio Preto, Campinas, Botucatu, Marília e Ribeirão Preto. Segundo Frederico Carbone Filho, médico da Hemorrede Estadual, a ferramenta visa atrair os internautas para o tema.

 

Na capital paulista, existem ainda quatro postos de coleta, mantidos pela Fundação Pró-Sangue, mantida pela secretaria. Um deles, o Clínicas (Avenida Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155, 1º andar) funciona de segunda a sexta das 7h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h. Há ainda outros 36 hospitais com pontos de doação de sangue; no interior, além dos hemocentros, há outros postos, que podem ser consultados no site.

 

Quem pode doar

 

- Pessoas entre 18 e 65 anos de idade

- Peso: mais de 50 quilos

- É fundamental descansar e comer bem antes de doar (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação)

- É obrigatório ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas que antecedem a doação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.