Secretária de Saúde de Lavras (MG) perde cargo por suposta apologia às drogas

Ela postou no Facebook uma foto vestida de hippie e com a legenda: 'só falta o baseado'

RENE MOREIRA, O Estado de S. Paulo

08 Maio 2013 | 18h56

FRANCA- Com o surgimento das redes sociais na internet e a proliferação dos usuários, todo cuidado é pouco. Que o diga a ex-secretária de Saúde de Lavras (MG), Gilza Helena Carvalho, que foi alvo de uma avalanche de comentários após postar no Facebook uma foto em que aparece vestida de hippie e com a legenda "só falta o baseado". Acusada de fazer apologia às drogas por vereadores de oposição, acabou se demitindo da função.

Na foto, a ex-secretária está numa festa à fantasia ao lado de outra pessoa. A repercussão do comentário, que seria apenas uma brincadeira, primeiro foi parar em um blog. A partir daí foi ganhando dimensão a ponto de um vereador ir à tribuna do legislativo local nesta semana pedir a exoneração da secretária. A pressão aumentou até que ela se viu obrigada a entregar o cargo na noite desta terça, dia 7.

Gilza usou o próprio Facebook para se defender nesta quarta (8). Em nota, ela diz que apenas fez um comentário sem maldade por estar em uma festa à fantasia. "Minha indumentária remontava aos anos 60 e 70 onde predominava a era hippie e a utilização de drogas como álcool e maconha era algo comum", diz.

A ex-secretária, que é mãe de duas adolescentes, afirma ainda que jamais faria apologia ao uso de drogas. Ela argumenta que seu pedido de exoneração ocorreu para que possa tomar medidas e comprovar sua inocência. A demissão, porém, foi aceita de imediato pelo prefeito Marcos Cherem (PSD), que já nomeou Márcia Regina Guedes como sua substituta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.