Secretária de Saúde de Lavras (MG) perde cargo por suposta apologia às drogas

Ela postou no Facebook uma foto vestida de hippie e com a legenda: 'só falta o baseado'

RENE MOREIRA, O Estado de S. Paulo

08 de maio de 2013 | 18h56

FRANCA- Com o surgimento das redes sociais na internet e a proliferação dos usuários, todo cuidado é pouco. Que o diga a ex-secretária de Saúde de Lavras (MG), Gilza Helena Carvalho, que foi alvo de uma avalanche de comentários após postar no Facebook uma foto em que aparece vestida de hippie e com a legenda "só falta o baseado". Acusada de fazer apologia às drogas por vereadores de oposição, acabou se demitindo da função.

Na foto, a ex-secretária está numa festa à fantasia ao lado de outra pessoa. A repercussão do comentário, que seria apenas uma brincadeira, primeiro foi parar em um blog. A partir daí foi ganhando dimensão a ponto de um vereador ir à tribuna do legislativo local nesta semana pedir a exoneração da secretária. A pressão aumentou até que ela se viu obrigada a entregar o cargo na noite desta terça, dia 7.

Gilza usou o próprio Facebook para se defender nesta quarta (8). Em nota, ela diz que apenas fez um comentário sem maldade por estar em uma festa à fantasia. "Minha indumentária remontava aos anos 60 e 70 onde predominava a era hippie e a utilização de drogas como álcool e maconha era algo comum", diz.

A ex-secretária, que é mãe de duas adolescentes, afirma ainda que jamais faria apologia ao uso de drogas. Ela argumenta que seu pedido de exoneração ocorreu para que possa tomar medidas e comprovar sua inocência. A demissão, porém, foi aceita de imediato pelo prefeito Marcos Cherem (PSD), que já nomeou Márcia Regina Guedes como sua substituta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.