Secretaria dá dicas para curtir fim de ano sem problemas

Secretaria da Saúde atenta os festeiros para não estragar as comemorações antes da hora

Pedro Henrique França, da AE

24 de dezembro de 2007 | 15h59

O final de ano está chegando, muita gente já está no clima da virada e projeções para 2008 é o que não faltam. São diversos os votos para um ano melhor do que já passou - sucesso, paz, amor, dinheiro, serenidade, saúde. Este último, inclusive, pode começar a ser pensado antes mesmo de virar o ano.   A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo atenta os festeiros para não estragar as comemorações antes da hora. Para isso, a secretaria dá dicas para entrar bem em 2008. Os cuidados são básicos e podem prevenir dores de cabeça.   Confira:   - Evite piscinas com muita gente e locais de aglomeração. Segundo a secretaria, esses lugares são propícios a transmissão de conjuntivite e outras doenças. É recomendado ainda que não se coce os olhos e que lave as mãos com freqüência após freqüentar locais muito cheios e que se tome banho com água limpa depois de utilizar piscinas e praias públicas.     - Tomar cuidado com vasinhos de água e calhas. Estes são os lugares prediletos do famoso mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue. Por isso, preencha os vasos com areia, coloque as garrafas com a boca para baixo, desobstrua calhas e mantenha as caixas d'água fechadas   - Faça esforço físico só em horários especiais. Em época de verão e dias quentes, a dica é evitar exercícios, principalmente no horário de almoço, por volta do meio-dia. Jogar, correr ou caminhar na praia somente de boné ou chapéu e quando o sol permitir, preferencialmente até às 10 horas da manhã ou só no fim de tarde após às 17 horas. E não esqueça de aplicar protetor solar. A Secretaria da Saúde lembra: "O sol pode provocar insolação e desidratar o corpo, além de grave risco de câncer de pele".   - Opte por alimentação leve. Prefira frutas, saladas e sorvete. "No réveillon e em todo o verão a boa pedida é uma alimentação leve", frisa a Secretaria. A tentação é grande, principalmente nas ceias, mas o ideal é evitar pratos fartos e prefira fruta e saladas.   - Modere o consumo de bebidas alcoólicas. Além do alto risco de acidentes, as bebidas alcoólicas aumentam os registros de agressões e brigas. E não é isso que se espera de festa. Lembre-se: se beber não dirija. E se abusar, para cuidar da ressaca, tome muito líquido como chás e sucos de frutas.   - Use roupas folgadas, de tecidos "leves" e claros. As temperaturas aumentam no verão e a dica é esquecer as roupas quentes e escuras do seu guarda-roupa. Roupas apertadas e com tecidos escuros dificultam a transpiração e retém o calor excessivo do corpo.   - Beba muito líquido, especialmente água. A Secretaria da Saúde indica hidratação com água e bebidas isotônicas, que são ideais para recuperar os sais minerais.   - Evite matas e montanhas. São estes lugares os focos de Leishmaniose, febre amarela e malária. Evite caminhadas ecológicas sem proteção contra picadas de insetos. E vale lembrar que a vacina contra febre amarela está disponível nos postos de saúde.   - Use preservativo. Não é porque é ano novo e época de festa que deve-se esquecer de usar camisinha. A necessidade, aliás, vale para o ano todo, em qualquer época. "É importante manter a consciência", diz a secretaria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.