Secretaria confirma 16 mortes em acidente da TAM

Segundo nota, das 16 mortes, 14 foram corpos retirados e duas de vítimas socorridas em hospitais da região

Agência Brasil,

18 de julho de 2007 | 00h24

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirma 16 vítmas fatais do acidente com o vôo 3054 da TAM até às 0h10 desta quarta-feira, 18.   Veja Também Os acidentes mais graves da aviação brasileira Galeria de fotos Tudo sobre o acidente da TAM   Segundo nota divulgada no portal de internet da Secretaria, "estão confirmadas oficialmente 16 mortes, 14 de corpos retirados dos escombros e duas de vítimas que foram socorridas em hospitais da região do Aeroporto de Congonhas".   Ainda de acordo com a secretaria, os primeiros 12 corpos de vítimas do acidente foram levados ao Instituto Médico Legal Central, que fica ao lado do complexo do Hospital das Clínicas, no bairro de Pinheiros, zona oeste da capital.   Os soldados do Corpo de Bombeiros ainda trabalham no local no resgate de corpos.   Por medida de segurança o Corpo de Bombeiros retirou os moradores de 26 casas próximas ao prédio da TAM Express, atingido pelo avião, no bairro de Campo Belo, zona sul da cidade. Trabalham no local 232 soldados da corporação, dos grupamentos da capital e da Grande São Paulo, com apoio de 78 viaturas e 12 motocicletas.

Tudo o que sabemos sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.