Secretaria cadastra famílias atingidas por incêndio no Jaguaré

Cerca de 800 m² foram queimados; colchões, cobertores e cestas básicas estão sendo distribuídos

Agência Estado

12 de outubro de 2009 | 13h16

Foto: Werther Santana/AE

 

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Assistência Social da Capital cadastrou 232 famílias desabrigadas atingidas pelo incêndio que atingiu na noite deste domingo, 11, a favela Diogo Pires, na Avenida Dracena, no bairro do Jaguaré, em São Paulo. De acordo com informações da Agência Brasil, ainda não foi possível determinar o número exato de pessoas atingidas por este incêndio.

 

Veja também:

mais imagens Fotos da tragédia

mais imagens Fotos dos desabrigados

 

A secretaria informa que já foram distribuídos 694 cobertores, 644 cestas básicas e 644 colchões para os desabrigados pelo incêndio. O incêndio na favela Diogo Pires começou por volta das 17h50 e atingiu, segundo o Corpo de Bombeiros, uma área de cerca de 800 metros quadrados, o que exigiu o trabalho de 85 bombeiros e 26 viaturas no combate ao fogo. Três pessoas foram atendidas ontem, no Pronto-Socorro da Lapa, mas sem ferimentos graves.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioJaguaré

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.