Secretaria amplia para 79 os pontos do Táxi Amigão

Veículos com tarifa menor poderão ser encontrados também em hotéis

Ana Bizzotto, de O Estado de S. Paulo,

15 de dezembro de 2009 | 22h42

   

Pontos de táxi em São paulo que fazem parte do programa Táxi Amigão, que dá descontos aos usuários

 

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Transportes vai ampliar para 79 o número de pontos do Táxi Amigão, que passarão a ser fixos e a funcionar durante todo o dia a partir da véspera do Natal. Na manhã de quarta-feira, 16, 810 taxistas participam do sorteio de dez vagas para cada um dos 59 pontos - os outros 20 serão destinados a taxistas de sete empresas de radiotáxi que aderiram ao programa. Táxi Amigão é um programa da prefeitura que dá 30% de desconto aos usuários do serviço nas noites de sexta e sábado e vésperas de feriado - a medida visa fazer com que as pessoas evitem dirigir após consumir bebida alcoólica na noite paulistana.

 

Além de pontos próximos a bares, restaurantes e estações do Metrô, haverá pontos na porta de 12 hotéis para os Táxis Amigões, que rodam com bandeira 1 das 20h às 6h nas sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado.

 

"Todos que se inscreveram (no sorteio) terão ponto. Para os que não forem contemplados neste sorteio, faremos um novo", garantiu o secretário dos Transportes, Alexandre de Moraes. Os taxistas que já tinham ponto fixo terão de abrir mão para ter vaga no ponto amigão.

 

A secretaria identificou que nos dois primeiros fins de semana do programa, os clientes ficaram em dúvida sobre como chegar aos bares com o Táxi Amigão. O maior índice de uso foi na Vila Madalena, zona oeste. "Como a demanda aumentou, surgiu a necessidade de aperfeiçoamentos", justificou Moraes.

 

Alguns dos pontos de apoio originais do Táxi Amigão mudarão de lugar e outros serão criados. A secretaria estuda implantar futuramente outros 21 pontos. Além dos mais de 800 inscritos, o secretário anunciou que o programa contará com 1.720 profissionais das empresas Delta, Supertaxi, Use Taxi, Vitória Táxi, BAT Taxi, Super Real Comum Radio Taxi e Fuji Taxi.

 

"Isso vai aproximar os taxistas dos usuários e dos bares, restaurantes e hotéis", disse Moraes. O diretor da Use Táxi, Eder Luz, explicou que as empresas convidadas a participar estimaram um porcentual de 30% de adesão, que corresponde ao número anunciado. "Mas esse porcentual será verificado nos próximos dias, porque a adesão é voluntária."

 

Dos dez taxistas inscritos em cada ponto sorteado, um terá a função de coordená-lo. "O coordenador será responsável por marcar a escala para garantir que durante 24 horas tenha o Táxi Amigão", disse Moraes. Após se reunir com o secretário, o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares vai sugerir aos conveniados que ofereçam desconto de 5% a 10% em itens de alimentação para clientes que chegarem no Táxi Amigão.

Tudo o que sabemos sobre:
Táxi Amigão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.