Seca no Jaguari faz Limeira apelar para água de lago

Seca no Jaguari faz Limeira apelar para água de lago

Vazão no rio baixou de 9 mil litros por segundo para apenas 2 mil e prefeitura resolve ainda restringir consumo e punir gasto excessivo

Rene Moreira , Especial para O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2014 | 15h56

FRANCA - Com a seca do Rio Jaguari, a água de um lago em Limeira (SP) passará a ser captada nesta quarta-feira, 22, para evitar um colapso no abastecimento da cidade. Isso porque o manancial ficou 32 centímetros mais baixo em uma semana e a vazão do rio, que deveria estar em 9 mil litros de água por segundo, está em apenas 2 mil litros.


Em reunião no sábado, 18, entre a Prefeitura e a Odebrecht Ambiental - responsável pelo serviço na cidade, o prefeito Paulo Hadich definiu que irá restringir o uso da água tratada, proibindo lavagem de calçadas, fachadas de prédios, abastecimento de piscinas, entre outros.

A prefeitura tomará, no início desta semana, as medidas necessárias para essa restrição, estabelecendo formas de fiscalização e multa. O consumo humano e animal deverá ser priorizado, sendo esta uma tentativa de se evitar o racionamento.

O lago que será usado, do Ribeirão Pinhal, é considerado uma espécie de reserva estratégica. Segundo a Odebrecht, ele está cheio desde agosto e a captação no local será feita em parceria com a Pequena Central Hidrelétrica Salto do Lobo.

Economia. A Prefeitura de Limeira iniciou nesta semana a campanha "Aqui Tem Consciência", que pede a colaboração da população para que informe sobre vazamentos nos prédios públicos municipais e fechem bem as torneiras, evitando desperdícios.

A iniciativa tem a parceria do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e da Odebrecht Ambiental, por meio do movimento "Juntos pela Água". Ela vai abranger 385 prédios públicos, cerca de 7.400 servidores e os 40 mil alunos da rede pública municipal de ensino.

Outros trabalhos paralelos já conseguiram reduzir o gasto diário por pessoa nos prédios públicos da cidade. No início do ano ele era de 75 litros de água, mas em outubro está em 47,7 litros.

Tudo o que sabemos sobre:
LimeiraRio Jaguari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.