WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Sargento Pimenta canta Beatles para multidão no Sumaré

Foliões não desanimaram nem com atraso nem com chuva e cantaram 'Chove, chove, cai na Cantareira', em referência ao reservatório mais assolado pela seca que atinge São Paulo

Fabiana Cambricoli, O Estado de S. Paulo

07 Fevereiro 2015 | 17h53

Aguardado por uma multidão na Avenida Paulo VI, no Sumaré, o bloco Sargento Pimenta iniciou seu desfile às 16h30 deste sábado, 7, com o repertório que o consagrou no Rio de Janeiro: canções dos Beatles em ritmo carnavalesco. Previsto para entrar na avenida às 15h, logo após o Bangalafumenga, a apresentação atrasou por causa da demora na manobra do trio elétrico de 23 metros na via.

O atraso e uma forte pancada de chuva às 17h10 não desanimaram os foliões, que dançavam e cantavam sucessos como All My Loving, Ticket to Ride e Help. A chuva chegou a ser comemorada pelos paulistanos, que gritavam "Chove, chove, cai na Cantareira", referindo-se ao reservatório que mais sofre com a estiagem que atinge São Paulo.


Somando os dois blocos, os organizadores estimam ter reunido 80 mil pessoas, mesmo número do ano passado.

Apesar de o público ser formado principalmente por jovens em grupos de amigos ou casais, muitas famílias com crianças também foram conferir a festa. A psicóloga Tatiana Fingermann, de 34 anos, curtiu os blocos ao lado da filha, de 3 anos, e da mãe, de 64. "Todo mundo pode se divertir junto, além de poder já apresentar para minha filha esta festa, as músicas. Ela vai comigo em blocos desde bebê", conta.

Mais conteúdo sobre:
São Paulocarnaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.