JB Neto/AE
JB Neto/AE

Sargento da PM reformado é morto e tem moto roubada na zona leste

Vítima reagiu ao assalto e acabou sendo baleada pelos bandidos; ninguém foi preso e o veículo não foi localizado

Bruno Lupion e Ricardo Valota, do estadão.com.br

25 de junho de 2010 | 06h02

SÃO PAULO - O sargento da PM reformado Giovani Bernardino de Souza, de 51 anos, foi morto, às 23 horas de quinta-feira, 24, ao ter roubada sua moto, uma Honda XRE 300, na Vila Carmosina, região de Itaquera, na zona leste de São Paulo.

 

Portando uma pistola calibre 380, a vítima, segundo o que a Polícia Militar apurou com testemunhas, foi abordada por dois bandidos, ambos de capacete, que ocupavam uma moto preta, na altura do nº 614 da Rua Senador Georgino Avelino.

 

Tanto o policial aposentado como os dois criminosos desceram da moto, tendo início uma luta corporal. Ainda com a arma na cintura, Giovani não contava com a existência de um terceiro assaltante que, também numa moto e de capacete, se aproximou.

 

A dupla, ao ver a aproximação do comparsa, se afastou da vítima, que foi atingida por um tiro no peito disparado pelo terceiro bandido. Souza, que ainda conseguiu caminhar por 20 metros antes de cair, foi levado por PMs da 1ª Companhia do 39º Batalhão para o Hospital Santa Marcelina, onde morreu.

 

Até as 3h45 desta sexta-feira, 25, nem a moto roubada nem os bandidos haviam sido localizados. O policial não teve a arma roubada. O caso foi registrado como roubou seguido de morte - latrocínio - no 32º Distrito Policial, de Itaquera.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaassassinatoPM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.