Sargento da PM preso por matar coronel

O sargento da Polícia Militar André Lelces Pires de Morais Junior foi preso ontem, sob a acusação de ter planejado o assassinato do coronel José Hermínio Rodrigues. O sargento e o soldado Pascoal dos Santos Lima tiveram a prisão preventiva decretada pela 3.ª Auditoria da Justiça Militar depois de denunciados pelo Ministério Público - o soldado seria o executor.

Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2010 | 00h00

O assassinato de Hermínio foi a mais ousada ação do grupo de extermínio formado por policiais na zona norte de São Paulo. Na época do assassinato, em janeiro de 2008, o coronel comandava o policiamento na região e se transformara em um obstáculo para o grupo. Além de chacinas, os policiais estariam envolvidos com a venda de drogas e com caça-níqueis. Com a morte do coronel, os acusados esperavam voltar ao 18.º Batalhão, de onde haviam sido afastados. Os réus alegam inocência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.