Reprodução
Reprodução

Sargento da PM é torturado e largado em estrada da zona norte de SP

Rosto do 3º sargento aposentado - cujo nome não foi revelado - estava desfigurado, com marcas de agressão no rosto; ele aparentava ter sido espancado

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2016 | 16h42

Um sargento aposentado foi encontrado na Estrada Santa Inês, na zona norte da capital, amarrado e desacordado, com língua e orelha cortadas. O homem foi localizado por volta das 9 horas desta sexta-feira, 18. Ele foi socorrido pelo helicóptero Águia, da PM, e encaminhado ao Hospital das Clínicas. 

O PM foi localizado próximo à mata na altura do quilômetro 2 da Estrada Santa Inês, no bairro do Mandaqui. O Estado apurou que o rosto do terceiro sargento aposentado - cujo nome não foi revelado - estava desfigurado, com marcas de agressão no rosto. Ele aparentava ter sido espancado. 

O caso é investigado pela polícia no 38º Distrito Policial (Vila Amália) como tentativa de homicídio e tortura. Segundo a sala de imprensa da Polícia Militar, um dos suspeitos foi detido na Rua Condessa Amália Matarazzo às 11h30 desta sexta. O boletim de ocorrência sobre a prisão de um dos supostos autores também foi registrado no 38ºDP.

Procurada, a Secretaria da Segurança Pública negou informações do boletim de ocorrência e se manifestou por nota: "A Polícia Militar informa que um PM, 3º Sargento aposentado, foi resgatado pelo helicóptero Águia e socorrido. Ele foi encontrado desacordado, com lesões no rosto, nas orelhas e na língua. O caso é investigado pelo 38º DP como tentativa de homicídio e tortura".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.