São Silvestre muda trânsito na região do Ibirapuera e Paulista

Às 10h de sábado, trecho da Avenida Pedro Álvares Cabral será fechado; trens funcionarão 24h

O Estado de S.Paulo,

27 Dezembro 2011 | 22h30

SÃO PAULO - Com a mudança no trajeto da tradicional corrida de São Silvestre e o réveillon na Paulista, haverá uma série de alterações no trânsito da zona sul da capital paulista. E as linhas do Metrô e da CPTM vão funcionar ininterruptamente.

Para quem estava acostumado com o formato antigo da prova, a atenção maior deve ser na região do Ibirapuera. A partir das 10h, a Avenida Pedro Álvares Cabral, sentido Pinheiros, no trecho entre o Viaduto General Euclides Figueiredo e a Rua Abílio Soares, estará totalmente bloqueada. No sentido contrário, para a Vila Mariana, o tráfego de veículos ficará totalmente liberado.

A 87.ª Corrida Internacional de São Silvestre começa às 15h de sábado, com largada e concentração na Avenida Paulista, entre o vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e a Alameda Campinas, e a festa de réveillon ocorre a partir das 20h, entre a Rua Augusta e a Alameda Joaquim Eugênio de Lima, com previsão de término às 2h. Os bloqueios serão realizados em algumas vias a partir das 10h do dia 31 e a operação será concluída às 6h do ano-novo.

Por solicitação dos organizadores da corrida, neste ano foi alterada parte do percurso e o local de chegada dos corredores. Em vez de concluir a prova na Avenida Paulista, os atletas serão direcionados para a Avenida Pedro Álvares Cabral (sentido Pinheiros), na frente do Parque do Ibirapuera.

Mesmo assim, haverá interdição da Avenida Paulista a partir da 10h, no sentido Consolação, entre a Alameda Campinas e a Rua Frei Caneca; no sentido Paraíso, o bloqueio ocorre entre a Rua Padre João Manuel e a Alameda Campinas. Todo o trajeto da prova de fim de ano estará fechado a partir das 14 horas.

Com o fim do evento esportivo, a partir das 18h30, haverá a interdição da Alameda Santos, entre a Rua Padre João Manuel e a Avenida Brigadeiro Luís Antônio, para proporcionar melhores condições de segurança no acesso do público à festa da virada da Paulista. Somente uma faixa da via estará liberada para o trânsito local de moradores.

A partir das 20h30, a Paulista permanecerá interditada, no sentido Consolação, entre a Rua Teixeira da Silva e a Rua Augusta, e, no sentido Paraíso, entre as Ruas Haddock Lobo e Maria Figueiredo, com permissão de transposição pela Ruas Carlos Sampaio, Maria Figueiredo e Augusta. A interdição será mantida até o fim da festa. É importante destacar que a Avenida Brigadeiro Luís Antônio não estará liberada para cruzar a Paulista.

 

 

Trilhos 24 horas. Para auxiliar na chegada e saída do público, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos montou esquema especial para o sistema metroferroviário. Já a circulação dos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU/SP não sofrerá alterações.

Na virada do ano, a circulação de trens nas Linhas 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente-Vila Madalena) e 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda) será contínua após meia-noite. Quem for comemorar na Paulista poderá embarcar em qualquer estação do sistema, exceto a Trianon-Masp, até 2 horas.

Após esse horário, para atender aos que estiverem no Show da Virada, as Estações Paraíso, Brigadeiro e Consolação permanecerão abertas para embarque e desembarque. As demais continuarão em operação somente para desembarque. Por estratégia de segurança, considerando a proximidade do local do evento, a Trianon-Masp será fechada às 19h30 do dia 31 e reabrirá às 4h40 do dia 1.º.

Na CPTM, as linhas 7-Rubi (Luz-Francisco Morato), 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi), 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), 10-Turquesa (Luz-Rio Grande da Serra), 11-Coral (Luz-Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana) vão operar ininterruptamente, com intervalos de 15 minutos entre as composições durante a virada.

Até 1h do dia 1.º, todas as estações dessas linhas estarão abertas para embarque e desembarque. Após esse horário, o embarque só poderá ser feito em Brás, Luz, Pinheiros, Palmeiras/Barra Funda e Tamanduateí.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.