São Sebastião: 15 agentes para cuidar de 110 km de orla

As invasões cresceram nas últimas décadas em São Sebastião, em especial entre o limite com Bertioga e a Praia de Maresias. O chefe de fiscalização do Meio Ambiente do município, Luiz Teixeira, admite que a cidade não tem como combater o problema de forma adequada. São 15 agentes para atuar na orla da cidade, de 110 quilômetros de extensão.

Márcio Pinho, O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2011 | 00h00

"Não temos agentes suficientes para uma fiscalização contínua, E não é só aqui. Poder público nenhum consegue resolver esse problema se não tiver comunidade denunciando e conscientização de pessoas que invadem."

Ele defende uma política regional de contenção de crescimento desordenado. São Sebastião tem 94 pontos de risco com cerca de 2,2 mil residências cadastradas. A cidade congelou áreas e conta com planos de habitação para a retirada de famílias de áreas de risco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.