São Paulo testa ônibus que usa diesel e eletricidade

A Prefeitura de São Paulo vai começar a testar um ônibus híbrido movido a diesel e energia elétrica. Um veículo deve entrar em operação até o fim da semana, após a aprovação da comissão que fiscaliza a Lei Cidade Limpa (o ônibus tem vários adesivos divulgando a tecnologia).

Renato Machado, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2010 | 00h00

A energia elétrica é ativada sempre que o ônibus está a menos de 20 km/h. Isso reduz as emissões de gases e de ruídos. Quando volta à velocidade normal, o ônibus usa diesel.

O veículo fará a linha Aclimação-Cidade Universitária por 15 dias. Depois, vai para outras cidades e volta para a capital paulista para outro teste, de 60 dias.

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) pretende ter alguns circulando em caráter definitivo em maio, quando a cidade receberá o C40 (congresso de 40 cidades do mundo contra o aquecimento global).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.