São Paulo tem lentidão abaixo da média desde início da manhã

Este é o primeiro dia de voltas às aulas e de aplicação do rodízio municipal para caminhões no centro expandido

Elvis Pereira, estadao.com.br

28 de julho de 2008 | 15h57

 As vias de São Paulo apresentavam apenas 23 km de congestionamento às 15h45 desta segunda-feira, 25, dia de voltas às aulas e o primeiro de aplicação do rodízio municipal de carros para caminhões no centro expandido. O índice tem permanecido abaixo da média desde o início do dia. O pico foi de 48 km, às 9h30. O mais baixo, 10 km, foi registrado às 7 horas. Até o momento, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não divulgou um balanço das multas aplicadas a caminhoneiros que despeitaram a medida.   Veja também Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua Entenda as novas medidas contra o trânsito  Conheça o histórico do trânsito na cidade    Nesta segunda, não podem circular no centro expandido, das 7 às 10 horas e entre 17 e 20 horas, veículos com placas com finais 1 e 2. A restrição também abrange as vias que delimitam o anel viário. São elas as Marginais do Tietê e do Pinheiros, Complexo Viário Maria Maluf, Viaduto Grande São Paulo, Rua das Juntas Provisórias e Avenidas Bandeirantes, Salim Farah Maluf, Affonso D'Escragnolle Taunay, Presidente Tancredo Neves e Professor Luís Ignácio de Anhaia Mello.   Três delas, aliás, reuniam os três piores pontos de lentidão nesta tarde. A Marginal do Tietê estava com morosidade por 4 km nas pistas expressa e local, no sentido da Rodovia Ayrton Senna, entre as Rodovias dos Bandeirantes e Castelo Branco. A Anhaia Mello apresentava trânsito ruim por 2,2 km, entre o Viaduto Grande São Paulo e a Avenida Salim Farah Maluf, no sentido Centro. Na Juntas Provisórias, a fila de engarrafamento atingia 1,9 km, a partir do Viaduto Grande São Paulo, no sentido Vila Prudente.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitosão paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.