São Paulo tem 33 quedas de árvores e tráfego lento nesta segunda

Chuva forte durante a tarde deste domingo ainda tem consequências nas ruas; Marginal do Tietê é a via mais congestionada

Gheisa Lessa,

29 Outubro 2012 | 09h00

SÃO PAULO - A capital paulista amanhece, nesta segunda-feira, 29, com tráfego lento, porém considerado dentro do esperado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

A Marginal do Tietê é a via mais congestionada nesta manhã, com 5,4 km de filas, no sentido Castelo Branco. Em seguida está a Avenida Washington Luis, sentido Centro, com 4,5 km de lentidão.

Na Avenida Vinte e Três de Maio, sentido Santana; na Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal do Pinheiros; e na Avenida Rebouças, próximo à Avenida Eusébio Matoso, o motorista encontra velocidade reduzida.

O trânsito complicado ainda é consequência da forte chuva que atingiu São Paulo durante a tarde do último domingo, 28, e derrubou árvores e interrompeu a energia de semáforos.

Mais de 30 vias estão bloqueadas por quedas de árvores. Acidentes também prejudicam a circulação de veículos.

Por volta das 8h10, 10% das avenidas e ruas da capital estavam congestionadas. O índice corresponde a 90 km de lentidão.

Um acidente, entre um carro e uma moto, deixou o fluxo lento na Radial Leste, no sentido Centro. De acordo com a CET, há interdição da faixa da esquerda na altura da Rua Pinhalzinho, no bairro do Carrão.

As árvores tombadas interditam a Avenida Giovanni Gronchi, a Rua Manoel Gois, a Avenida Pirassununga e a Rua Ministro Alfredo Nasser. Na Avenida Lineu de Paula Machado, na altura do Jockey Club, há duas ocorrências de árvore na via.

Não há pontos de alagamentos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). No domingo, de acordo com o órgão, houve acúmulo de água na Vila Mariana, Lapa, Santana, Mooca e em Pinheiros.

Mais conteúdo sobre:
trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.