São Paulo tem 17 pontos de alagamento

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, colocou na tarde deste domingo, 2, em estado de atenção as zonas Leste, Norte, Sudeste, centro e a Marginal do Tietê, em São Paulo, mas, já no começo da noite, decidiu retirar o sinal de alerta. Com a diminuição das chuvas que atingiam de forma generalizada toda a capital, o nível dos rios se manteve estável, mas ainda existem vários pontos de alagamento. Novas áreas de chuva moderada se dirigem do interior do Estado para a capital nas próximas horas e persistem ao longo da tarde e noite.

Priscila Trindade,

02 Janeiro 2011 | 14h28

As 14 horas, a cidade registrava 11 trechos alagados na Avenida Engenheiro Billings, sentido Interlagos, perto da Ponte da Cidade Universitária; Rua Romão Gomes, próximo à Avenida Valdemar Ferreira; Avenida Celso Garcia, perto da Rua Passos, sentido bairro; Avenida Inajar de Souza, na região da Rua Imauri, sentido Freguesia; dois trechos da Marginal do Tietê, sentido Penha, um perto da Ponte da Freguesia do Ó, e outro na Ponte da Casa Verde, sentido Ayrton Senna; Avenida Condessa Elisabeth de Robiano, sentido Penha; Rua Cavalheiro Basílio Jafet, no Parque Dom Pedro II; altura do número 2.268 da Avenida do Estado; Rua Maria Domitila, sentido Freguesia, e Avenida Brigadeiro Tobias, com a Rua Mauá. A capital ainda tem 17 pontos de alagamento, todos transitáveis.

Mais conteúdo sobre:
chuva alagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.