São Paulo registra o segundo maior congestionamento do ano

Índice chegou a 132 km, ou 16% dos 820 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

18 de fevereiro de 2008 | 09h53

A capital paulista teve na manhã desta segunda-feira, 18, o segundo maior engarrafamento deste ano. Às 9 horas, o índice chegou a 132 quilômetros, o que representa 16% dos 820 quilômetros monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Além do excesso de veículos, uma colisão envolvendo três caminhões na Marginal do Pinheiros, na zona oeste, por volta das 6 horas, e outros acidentes pequenos colaboraram para o recorde. Esses motivos, somados à chuva, também provocaram no dia 29 a pior lentidão deste ano, quando 16,6% das vias ficaram congestionadas às 9h30.  Nesta segunda, a Marginal do Tietê, no sentido da Rodovia Castelo Branco, reunia as duas maiores filas de engarrafamento de São Paulo, com 9,2 quilômetros na pista local, do Hospital Vila Maria até a Ponte da Casa Verde, e 8,2 km na expressa, entre a Ponte Júlio de Mesquita Neto e a Castelo. Em seguida, aparecia a Marginal do Pinheiros, que apresentava 6,2 quilômetros de morosidade na pista expressa, no sentido Interlagos, a partir da Castelo até a Ponte Eusébio Matoso. A faixa da Pinheiros, que estava interditada a 400 metros da Ponte Cidade Universitária, em razão do acidente com os três caminhões, foi liberada às 8 horas.  Quem seguia pela Radial Leste no sentido centro enfrentava mais 6,2 quilômetros de tráfego pesado, do Viaduto Vila Carrão até a Rua Wandenkolk. No Corredor Norte-sul (formado pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães), havia mais 4,5 quilômetros de lentidão, entre os Viadutos João Julião da Costa Aguiar e Tutóia, no sentido Santana.  Acidente Por volta das 7h30, dois caminhões se envolveram num acidente no cruzamento das Ruas Amazonas da Silva e João Ventura Batista, na Vila Guilherme, na zona norte. Um dos veículos tombou. O trecho foi totalmente bloqueado, mas não prejudicava o fluxo na região, segundo a CET. Um homem de 26 anos sofreu ferimentos leves. O Corpo de Bombeiros o encaminhou ao Pronto-Socorro Vila Maria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.