Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo registra a tarde mais fria do inverno e do ano, diz CGE

A menor temperatura foi observada em Parelheiros, na zona sul, com 10,7ºC, e a temperatura máxima em Pirituba, zona norte, com 13,9ºC; nesta sexta-feira, a capital teve a tarde mais quente do inverno, com média máxima de 29,4ºC

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2019 | 19h38

SÃO PAULO - A capital paulista registrou neste sábado, 3, a tarde mais fria do inverno e do ano. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo, a média da temperatura máxima foi de 12,6°C. Em Parelheiros, na zona sul, o frio foi mais intenso, com temperatura de 10,7ºC.

Segundo o CGE, desde 14h desta sexta-feira, 2, a Defesa Civil decretou estado de alerta para baixas temperaturas na cidade. Na noite deste sábado, a temperatura continua em declínio, e os ventos aumentam a sensação de frio.

Nesta sexta-feira, a cidade de São Paulo registrou a tarde mais quente do inverno com a média da máxima de 29,4°C. A máxima absoluta, 31,4°C, foi registrada em Pinheiros, na zona oeste. Conforme o histórico do CGE, a média das máximas em agosto é de 24,5°C e das mínimas, 13,5°C.

A queda brusca na temperatura neste sábado ocorreu principalmente por causa do grande contraste entre a massa de ar quente que estava sobre o Sudeste e a forte massa de ar polar que se propagou com intenso declínio da temperatura.

O domingo, 4, será bem parecido com o sábado, porém com menos chuva. A combinação de ar frio de origem polar e de ventos úmidos que sopram do quadrante sul provoca mais um dia com pequena amplitude térmica e elevados índices de umidade, o que vai ajudar a melhorar a qualidade do ar. Mínima de 9°C e máxima de 14°C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.