São Paulo registra 12,5ºC e tem a madrugada mais fria deste ano

Temperatura deve continuar baixa nos próximos dias; Prefeitura faz operação por moradores de rua

Priscila Trindade e Solange Spigliatti, Central de Notícias

16 Maio 2011 | 11h16

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo registrou hoje a madrugada mais fria do ano, com 12,5ºC. A temperatura foi aferida pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Mirante de Santana, na zona norte. O recorde anterior era de 12,7ºC, em 4 de maio.

A manhã na capital paulista começou com variação de nuvens, garoa em alguns pontos da cidade e da Grande São Paulo e temperatura em torno dos 13ºC.

 

A frente fria que ontem trouxe chuva se afastou, entretanto um sistema de alta pressão atmosférica sobre o oceano continua a trazer umidade e ar frio para a região metropolitana.

 

O sol aparece no decorrer do dia, alternando com períodos de nublado e de chuva fraca em pontos isolados. Porém a máxima não deve ultrapassar os 20ºC.

 

Previsão. Nos próximos dias, a massa de ar frio e os ventos úmidos que sopram do mar continuam a influenciar o tempo. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), as temperaturas variam entre mínimas de 10ºC e máximas de 20ºC.

 

Amanhã existe a possibilidade de chuvas fracas, principalmente nas primeiras horas do dia. Na quarta-feira, o dia começa nublado e com névoa, mas o sol aparece no decorrer do dia, diminuindo a sensação de frio.

 

Mobilização. A Operação Baixas Temperaturas, do CGE, começou hoje na capital paulista, e segue até meados de outubro, com o objetivo de acompanhar a diminuição das temperaturas, geralmente com recordes das mínimas mais baixas do ano, que ocorrem neste período de outono e inverno.

 

O monitoramento é feito sempre que a temperatura prevista for igual ou inferior a 13,°C, quando a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) é informada. A partir de então, as equipes da Smads se distribuem pela cidade, encaminhando moradores de rua para abrigos.

 

Veja também:

linkAntes do inverno, já falta albergue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.