São Paulo Reclama

SINDICATO DOS APOSENTADOS

, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2011 | 00h00

Atendimento lamentável

Em 30/8, como não consegui obter no site da Previdência o valor acumulado do teto de minha aposentadoria, fui ao Sindicato dos Aposentados para conseguir essa informação. O atendente me tratou muito mal. Primeiro, pediu a documentação para dar entrada no processo. Respondi que já havia dado entrada e, com antipatia, disse que não teria como obter as informações do caso sem ela. Eu havia levado um comprovante do mês anterior e, como estou sem impressora, anotei os novos valores a mão. Ele criticou, dizendo que as anotações estavam ilegíveis. Até concordo com a opinião dele, mas não com a forma grosseira com a qual fui atendido. Solicitou o número de meu CPF e pesquisou o processo. Elogiei o atendimento de outra funcionária e ele passou meu caso para ela. Perguntei o nome dele, ele respondeu e apontou a portaria onde eu poderia fazer uma queixa. A outra funcionária me atendeu com a prestabilidade que esperava, mas solicitei minha desfiliação do sindicato.

LAERT PINTO BARBOSA / SÃO PAULO

O Diretor Nacional de Comunicação do Sindicato dos Aposentados Darci Callegari (Jacaré) informa que entrou em contato com o reclamante para expor as possíveis razões pelo que, no seu entendimento, houve mau atendimento. Desculpou-se e o convidou para fazer uma visita ao sindicato. Diz que não pediu ao sr. Barbosa para não fazer a publicação de sua queixa, ficando a seu livre-arbítrio fazê-lo.

O leitor desabafa: Queria demonstrar que as pessoas que frequentam aquele local merecem respeito. O sr. Darci concordou com minhas premissas e afirmou não ser esse o procedimento comum no sindicato.

TRANSPORTE PÚBLICO

Descaso com passageiros

Os usuários dos ônibus são transportados em veículos velhos, imundos e sem acessibilidade. Os motoristas abrem a porta para pedintes e camelôs e ainda há os que destratam os passageiros. Outros param fora do ponto e ao lado de obstáculos, como sacos de lixo, buracos, etc. Muitos dirigem em alta velocidade, brecando repentinamente. Já reclamei à Prefeitura várias vezes e a resposta é a mesma: eles receberão advertência, mas nada muda. O piso alto dos ônibus velhos obrigam idosos, deficientes físicos e crianças a subir e descer degraus altos. Outro dia, o motorista de um ônibus quase vazio ultrapassou outro coletivo da mesma linha, ignorando o sinal dos passageiros, que tiveram de entrar no ônibus lotado. O motorista ainda desdenhou deles rindo com o cobrador! Fiz outra reclamação à Prefeitura, mas ainda não obtive resposta.

EMILY CARDOSO / SÃO PAULO

A SPTrans não respondeu.

A leitora lamenta: O descaso continua. São raros os ônibus novos, conservados e com funcionários civilizados.

DETRAN-SP

Facilidades x burocracia

Corro o risco de ter minha motocicleta apreendida por erro do Detran-SP. Apesar de ter feito a inspeção veicular e pago o IPVA, o licenciamento e uma taxa de R$ 11 (postagem) para receber o documento pelos Correios, recebi correspondência do Detran dizendo que o documento não poderia ser emitido pois faltava a inspeção veicular. Mandei e-mail com todos os dados em 6/9, mas até agora nada foi resolvido. Paguei pela postagem e terei de ir ao Detran para resolver um erro dele. Serei reembolsado?

MAURICIO B. CAMARGO / SÃO PAULO

O Detran-SP esclarece que o sistema acusou o pagamento da taxa de licenciamento da motocicleta do sr. Camargo em 31/8 e a realização da inspeção ambiental na mesma data. Segundo a Portaria 2.405/09, é imprescindível que o licenciamento seja pago 72 horas depois da inspeção (prazo médio para transmissão de dados). Quando o licenciamento é pago, um comando automático é gerado, autorizando a emissão do documento. Se a taxa de licenciamento for paga antes da inspeção, é feito bloqueio, pois o sistema poderá não receber a informação de que a inspeção foi feita. Logo, não há emissão automática do documento. Esclarece que a taxa de R$ 11 paga pelos condutores que optaram pelo recebimento do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) via Correios é utilizada para enviar correspondência informando a existência de pendências. Explica que o documento do sr. Camargo pode ser retirado em qualquer unidade do Poupatempo ou do Detran-SP.

O leitor analisa: Recebi uma ligação do Detran no dia 13/9 informando que não poderia fazer nada. Fui ao posto do órgão na Armênia, que é uma bagunça, e resolvi a questão por mim mesmo. Se o cidadão depender de algum órgão público está perdido!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.