São Paulo Reclama

ENSINO QUESTIONADO

, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2011 | 00h00

Atividades "pedagógicas"

Meus dois filhos estudam na Escola Estadual Adonias Filho, em Diadema. Em 17/8, houve a Olimpíada de Matemática, por isso só tiveram duas horas de aula. No dia seguinte, foi feita uma excursão ao Playcenter (paga) e só uns 10% dos alunos foram à escola, portanto, não houve aula. Uma funcionária disse à minha filha que "alguns professores iriam ao Playcenter "na faixa" e haveria aulas vagas por conta disso". Em 19/8, sexta-feira, não houve aula, pois só havia 30 alunos na escola inteira. Isso não é um fato isolado, pois em outras escolas estaduais em que meus filhos estudaram as aulas também eram constantemente "enforcadas".

MARCELO CAMPOS / DIADEMA

A Secretaria de Estado da Educação esclarece que as atividades mencionadas fazem parte do calendário e da proposta pedagógica da Escola Estadual (EE) Adonias Filho e os pais foram informados e consultados nas reuniões feitas na instituição. Salienta que a escola cumprirá os 200 dias letivos de aulas, conforme a Lei 9394/96. As aulas previstas e não dadas serão repostas.

A equipe gestora da EE Adonias Filho confirma as atividades mencionadas e diz que há outras que fazem parte de seu calendário e proposta pedagógica. É impossível conseguir a participação de todos os alunos nas atividades e a escola permanece aberta, cumprindo sua dinâmica diária dentro do processo ensino.

O leitor critica: Não responderam sobre a minha denúncia. Não explicaram por que montam um calendário para "enforcar" aulas e de preferência em dias que permitem emendar.

SOLUÇÃO SEM PRAZO

Caos em parada de ônibus

Como se diz popularmente, não existe solução mais "meia boca" como a dada para a parada de ônibus localizada na confluência das Avenidas Santo Amaro, Brigadeiro Luis Antonio, Juscelino Kubitschek e São Gabriel. Todos os dias, milhares de trabalhadores que se utilizam do "ótimo" transporte público perdem pelo menos 20 minutos no horário de pico para transpor essa parada de ônibus e seguir viagem. Parece que na Prefeitura não há ninguém preocupado com a situação. Não estou falando de fatos esporádicos, e sim diários. Enquanto isso, o nosso ilustre prefeito anda de helicóptero.

MAURO RIBEIRO GAMERO / SÃO PAULO

A Assessoria de Imprensa da SPTrans informa que o gargalo no trânsito identificado na Parada de Ônibus JK, situada na confluência citada pelo leitor, será solucionado com a reconfiguração geométrica, que prevê a abertura de um canteiro central e readequação da parada de ônibus local. O projeto das melhorias previstas para a região está em fase de licitação.

O leitor ironiza: A resposta não informa prazo é evasiva, apenas para constar ter dado alguma satisfação.

SERVIÇOS DA NET

Emenda pior que o soneto

Em 5/8, contratei o Combo NET e a instalação ficou marcada para o dia 8/8. O técnico só apareceu no final da tarde, entrou em casa, olhou tudo e disse que voltaria depois para a instalação, mas não voltou. Liguei para a NET, que me informou que ele voltaria em 10/8, mas não apareceu. Liguei à Ouvidoria e a atendente prometeu que ele viria até as 19 horas, mas não veio. Liguei novamente e a única opção era esperar outra visita em 12/8. Um absurdo!

DIDIER LAVIALLE / SÃO PAULO

A NET informa que a instalação foi feita e o serviço está funcionando.

O leitor desmente: A NET me arrumou outro problema, já que meu número de telefone, que optei pela portabilidade, agora não funciona.

CORREIOS

Prazos agora não existem

Meu filho mora em Barcelona, na Espanha. Enviei-lhe uma apostila pelos Correios, que ele usaria para ministrar uma aula. Mas, apesar de o prazo dado ser de 5 dias úteis, ele só a recebeu 25 dias depois. Pedi reembolso do serviço, mas os Correios alegam que não possuem mais os meus dados.

MARTA MENDES M. ADOGLIO / SÃO PAULO

Os Correios esclarecem que a correspondência foi entregue ao destino após a análise da fiscalização alfandegária da Espanha. Os prazos são estimados, pois a entrega está sujeita à retenção alfandegária do país de destino.

A leitora revela: Os Correios isentam-se de toda a responsabilidade sobre o prazo de entrega. Passei meus dados bancários para ser ressarcida, mas até hoje não recebi nada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.