São Paulo Reclama

CULPA DO CICLONE EXTRATROPICAL

, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2011 | 00h00

Transtorno e prejuízo

No dia 8/6, às 19h55, completaram 30 horas sem energia elétrica na casa de minha mãe, em Campo Limpo Paulista. Ela mora numa chácara e depende de uma bomba para captar água do poço. Os alimentos na geladeira e no freezer estragaram. Registramos várias queixas e a cada protocolo é dado um prazo de atendimento que não é cumprido. Observamos que não há sinal de funcionários trabalhando para solucionar a questão.

CAROLINA R. CARVALHAES / SÃO PAULO

A AES Eletropaulo informa que, em 7/6, um ciclone extratropical gerou rajadas de vento de até 80 km por hora na área de concessão da distribuidora, impactando fortemente a rede de distribuição elétrica. Diz que 1.800 eletricistas trabalharam ininterruptamente no restabelecimento de energia e atendimento de emergências. As interrupções de energia foram causadas por galhos, árvores, toldos e outros objetos que foram arremessados contra a rede elétrica. Nos casos de quedas de árvores de grande porte, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil trabalharam na remoção das espécies para que os eletricistas pudessem iniciar o reparo aos danos, após a liberação da Defesa Civil. Em apenas um dia, o número de chamadas recebidas pelo call center superou o total de atendimentos previstos para um mês. A AES Eletropaulo reforçou em 50% as posições de atendimento da central e orientou os clientes a mandar uma mensagem em SMS com a palavra "Luz" e o número da instalação. O consumidor tem até 90 dias para solicitar a indenização por danos elétricos em uma das lojas de atendimento.

A leitora revela: A luz foi restabelecida. Enviei uma carta pedindo uma indenização. Espero ter uma resposta positiva.

NOTA MANCHADA

Constrangimento

Estive em 16/6 numa agência do Banco do Brasil, em Santana de Parnaíba, para depositar

R$ 800 na minha conta corrente. A caixa percebeu que havia uma nota de R$ 50 com uma pequena mancha cor-de-rosa. Ela disse que só poderia depositá-la com a autorização do gerente. Entretanto, ele se recusou aceitá-la e ainda alegou que a nota era objeto de furto. Estou indignada com o tratamento recebido, principalmente porque eu sou correntista do Banco do Brasil há 16 anos. Esse gerente nem se dignou a se levantar de sua cadeira para explicar por que estava confiscando os meus R$ 50. Passei por uma situação constrangedora e vexatória, como se eu tivesse roubado algum caixa eletrônico. Onde já se viu alguém confiscar R$ 50 de uma pessoa que está depositando R$ 800, fruto de seu trabalho? Tenho contas para pagar e não é justo eu perder R$ 50. Peço providências!

SILVANA MARTINS / SANTANA DE PARNAÍBA

REFORMA CARA

Serviços urgentes

Os R$ 38 milhões não são o valor do prêmio da Mega Sena. Mas foi quanto custou a reforma da Praça Roosevelt. Senhor prefeito, não vai sobrar nada para a melhoria das calçadas da Rua da Consolação? Elas estão intransitáveis.

OSWALDO COSTA / SÃO PAULO

REINSPEÇÃO VEICULAR

Atenção para as datas

Meu carro foi reprovado na inspeção veicular, em 5/5, por vazamento de óleo do motor. Deixei-o na oficina para os reparos e ele só foi liberado em 3/6, ainda dentro do prazo de fazer a reinspeção gratuita. Tentei agendar a vistoria em todos os postos da Controlar, mas sempre havia o aviso de que estavam sem vagas para o período de gratuidade. Por que tenho de pagar em duplicidade a taxa, se não tenho culpa da incapacidade da Controlar em atender à demanda por vistorias?

CARLOS ALBERTO CORREIA / SÃO PAULO

A Controlar esclarece que, no sábado (4/6), 14.255 vagas estavam disponíveis e apenas 13.815 inspeções foram agendadas. Havia 440 datas disponíveis nessa data no centro de inspeção Parque do Carmo. A procura por vagas aos sábados é maior do que no restante da semana, como também no final de cada mês. A Controlar informa não ter registrado até o momento nenhum problema de falta de vagas. O que pode ocorrer é o cliente não encontrar vaga no centro de inspeção na data e no horário desejados. Afirma que o sistema de agendamento é dinâmico e não há distinção de vagas para primeira inspeção ou reinspeção. Esclarece que o número de vagas disponíveis varia a cada agendamento, desistência e remarcação feita tanto pelo site quanto pela Central. Alerta que a inspeção poderia ter sido agendada antecipadamente, mesmo antes de o veículo ter ficado pronto. Caso fosse necessário, o dia marcado poderia ter sido alterado sem qualquer problema ou ônus ao cliente.

O leitor discorda: A resposta não condiz com a verdade e posso comprovar com as planilhas de agendamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.