São Paulo Reclama

ENTREGA ATRASADA, REEMBOLSO DEMORADO3

, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2011 | 00h00

Serviço dos Correios

Depois de tentar, sem sucesso, receber dos Correios o ressarcimento do valor pago pelo Sedex entregue fora do prazo, decidi enviar esta reclamação ao jornal. Utilizo frequentemente o Sedex para a entrega de mercadorias e percebi que este ano a qualidade do serviço piorou muito. Por causa dos atrasos, perdi alguns clientes. Sempre que recebo queixas de clientes por causa dos atrasos, entro em contato com os Correios pedindo reembolso. Mas fui ressarcido somente em alguns casos. Em 25/2, por exemplo, enviei uma mercadoria via Sedex para Campinas, com prazo de entrega de 1 dia útil, mas ela só chegou em 4/3. Pedi ressarcimento e o caso está em análise até hoje. Enviei e-mail à Ouvidoria em 11/4, porém de nada adiantou. Periodicamente, ligo para saber do andamento do processo, dizem que a área responsável é notificada para análise do caso, porém nada acontece. Não é um fato isolado, pois tenho outros processos em aberto pelo mesmo motivo e que também estão sem resposta.

PLÍNIO CINTRA PEREIRA / SÃO PAULO

A Diretoria Regional dos Correios de São Paulo Metropolitana esclarece que, dos seis objetos reclamados, serão providenciadas as indenizações de cinco deles por causa do atraso, de acordo com as normas postais. Apenas para um dos casos não cabe a indenização, pois foi entregue no prazo previsto para o serviço.

O leitor revela: Apenas após escrever para o jornal os processos foram analisados e a data de pagamento, agendada, com prazo de 10 dias úteis. Agora resta esperar pelo ressarcimento previsto para o dia 23/5.

RIO ARICANDUVA

Sujeira nas margens

Sou moradora da região da Bacia do Rio Aricanduva. Em 2007, foram feitas obras para o aprofundamento e alargamento do rio e para a construção de piscinões. Hoje, as margens e os piscinões estão cheios de entulho, pois há muito tempo não são limpos. No início do ano, com as chuvas, o local alagou. O córrego na Avenida Riacho dos Machados também transbordou, apesar das diversas obras no local. O problema é falta de manutenção.

DENISE A. SILVA / SÃO PAULO

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e Subprefeituras Itaquera e Aricanduva, informa que o piscinão Aricanduva V (localizado na Rua Fortuna de Minas com a Avenida Aricanduva), está com 90% de sua capacidade operacional. Diz que há serviços contínuos de remoção dos resíduos e manutenção preventiva e corretiva das instalações no entorno e edificações. Esclarece que foram executados serviços de roçagem, em 28/4, no córrego citado pela leitora, paralelo à Avenida Gualtar. Entre os meses de fevereiro e março, equipes de limpeza da Subprefeitura Aricanduva retiraram 3.644 toneladas de sujeira do Córrego Aricanduva. E as limpezas rotineiras são feitas pelas subprefeituras.

A leitora critica: As margens do Rio Aricanduva continuam cheias de terra e lixo, pois não foram removidos. A profundidade do rio diminuiu, em pelo menos 1 metro, em comparação ao ano passado, quando foi realizado o serviço de aprofundamento. Além disso, parte da margem foi cimentada, facilitando que o rio encha em dias de chuva.

PROMOÇÃO SPEEDY

Só para novos assinantes

Em setembro de 2010 contratei o serviço de Speedy de 1 megabyte por R$ 27,45 ao mês por seis meses. Em março, quando a promoção expirou, recebi uma fatura de R$ 54,90. Como soube que havia uma promoção de R$ 54,90 ao mês para 4 megabytes até 1.º/5, liguei para a Telefônica. A atendente disse que a promoção era para novos clientes. Pedi o cancelamento do serviço para fazer outra assinatura. Porém, ela disse que isso não era possível, pois a Telefônica precisa de 72 horas para verificar se tenho condições de receber o sinal e, até lá, a promoção estaria encerrada.

GÜNTER ERTL / SÃO PAULO

A Telefônica informa que fez os ajustes necessários para que o sr. Ertl pague o valor promocional do Speedy na velocidade disponível no local (1 megabyte).

O leitor diz: Em 20/4, um funcionário disse que o Speedy de 4 megas não estava disponível para minha região e a promoção de 1 mega com 50% de desconto seria renovada por mais 6 meses. No mesmo dia, outra funcionária ofereceu Speedy de 2 megas por R$ 34,95 ao mês, por um ano. Concordei, mas a alteração não foi feita. Reclamei e a velocidade caiu para 500 kbytes. Para piorar, em 16/5 a empresa encerrou o caso alegando ter sido resolvido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.