São Paulo Reclama

ATRASO EM VOO E INFORMAÇÃO DESENCONTRADA

, O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2011 | 00h00

Extravio de bagagem

Meu retorno a São Paulo pela TAM estava agendado para o dia 4/1 à 1h30 no aeroporto do Recife, com conexão em Confins/MG. Porém o voo foi remarcado para as 2h30. Depois ele foi novamente adiado para as 5 horas. Pedi para me realocarem em algum voo mais cedo. A empresa me acomodou num voo que faria conexão no Rio de Janeiro. Ele saiu às 9h15 em direção a São Paulo e, quando desembarquei, descobri que a minha bagagem fora extraviada. Fui ao guichê da TAM e preenchi um Relatório de Irregularidade de Bagagem (RIB). Mas faz mais de 3 dias que estou sem a minha mala. Estou sem roupas para usar, pois moro no interior. Desde então entro em contato com a companhia aérea, mas os funcionários dizem que não sabem onde a bagagem possa estar e muito menos alguma previsão de solução. Isso é um absurdo. A TAM não é nem um pouco atenciosa com seus passageiros e vejo que não há competência alguma para cuidar dos nossos pertences.

FABIANA ALMEIDA F. DE FARIA / SÃO PAULO

A TAM Linhas Aéreas informa que entrou em contato por e-mail com a sra. Fabiana pedindo desculpas. De acordo com os registros da empresa, a bagagem dela foi localizada e entregue no dia 6/1. Esclarece ainda que o atraso do voo ocorreu em razão de um imprevisto operacional. Na ocasião, a sra. Fabiana foi reacomodada na opção seguinte de voo disponível, com conexão no Rio de Janeiro.

A leitora confirma: Peguei a bagagem no dia 6/1. Mas, ao chegar no aeroporto, nenhum funcionário sabia informar onde ela estava. O "sistema" da TAM dizia que a bagagem ainda estava extraviada. Só depois de muita discussão ela foi localizada.

ACÚMULO DE LIXO

Descaso de todos

Moro no Panamby e gostaria de saber o que a Subprefeitura Campo Limpo pode fazer para melhorar a condição dos terrenos baldios que ficam ao lado do meu condomínio, na Avenida Carlos Queiroz Telles (antiga Estrada da Figueira Chata), 81. O local, além de estar abandonado, transformou-se num verdadeiro depósito de lixo. Não seria possível mandar limpá-lo? O cheiro é insuportável e a sujeira aumenta a cada dia, assim como os ratos. Muitas garrafas e outros objetos que acumulam água são jogados nos terrenos, aumentando o perigo de proliferação do mosquito da dengue. Não há calçada, o que dificulta a vida dos pedestres e torna o bairro ainda mais perigoso. E esses locais não os únicos nessas condições no bairro. O descaso com que a Prefeitura trata a região do Panamby é impressionante. As ruas são mal iluminadas e o asfalto está em péssimas condições.

ADRIANA PIERACCIANI / SÃO PAULO

A Assessoria de Imprensa da Subprefeitura Campo Limpo informa que os proprietários dos terrenos citados, na Avenida Carlos Queiroz Telles, foram notificados a realizar a limpeza do local, além de construir um muro, conforme a legislação. O prazo para a devida limpeza e para os reparos necessários é de 30 dias, cabendo multa no caso de desrespeito e não atendimento da notificação.

VIA EMBRATEL

Internet não funciona

Reclamo do serviço de banda larga da Embratel. Contratei em novembro de 2010 o serviço 1 mega Via Embratel e no dia 30/11 ele foi instalado, porém a internet funcionou por apenas duas horas. Já reclamei para a empresa, que por 5 vezes marcou visita de técnicos e eles não vieram nem informaram o motivo da ausência. Já tentei agendar outras vezes, porém o técnico nunca aparece e a empresa não dá nenhuma satisfação. Já liguei para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) diversas vezes, mas parece que a agência reguladora não se importa com isso.

ANDRÉ RIBEIRO / SÃO PAULO

A Assessoria de Imprensa da Embratel informa que foram realizadas diversas tentativas de contato com o sr. Ribeiro. Diante disso, a empresa enviou e-mail solicitando que o cliente entrasse em contato com a central de atendimento.

O leitor relata: O problema, infelizmente, não foi solucionado. Desde o dia 20/11 estou sem internet. Ligo para a Embratel toda semana. No dia 10/1 um técnico finalmente apareceu, mas de nada adiantou, pois ele disse que era função de outra equipe solucionar o problema. Dois dias depois, apareceram outros técnicos, que informaram que também não podiam fazer nada. Não sei mais a quem recorrer. Já fiz 5 reclamações na Anatel e, mesmo assim, não houve solução. Na segunda-feira técnicos deveriam vir (pela 11.ª vez), mas ninguém apareceu nem informou o motivo. A conta venceu e, mesmo eu não tendo um dia sequer de acesso à internet, o valor foi debitado de minha conta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.