Adriano Lima/Estadão
Adriano Lima/Estadão

São Paulo quer agilizar perícia de morte na capital

Centro de Comunicações e Operações da Polícia Civil acionará diretamente a Polícia Técnico-Científica antes de um delegado chegar ao local do acidente ou do crime

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

12 Dezembro 2014 | 20h51

Para agilizar as perícias em casos de morte no trânsito e homicídios na capital, a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP) anunciou nesta sexta-feira, 12, uma medida para que o Centro de Comunicações e Operações da Polícia Civil acione diretamente a Polícia Técnico-Científica antes de um delegado chegar ao local do acidente ou do crime. A mudança foi publicada no Diário Oficial do Estado. Antes, o pedido precisava ser feito pela autoridade que atendia ao caso. 


“A nova medida agiliza a chegada dos peritos. Isso vai reduzir o tempo de permanência da Polícia Militar no local de um crime, por exemplo, e liberar as viaturas o quanto antes para o patrulhamento”, explicou o coronel Benedito Roberto Meira, comandante-geral da PM. 

Segundo a portaria, caso o Instituto de Criminalística (IC) chegue ao local do crime ou do acidente antes de uma autoridade, o delegado, ao aparecer posteriomente, poderá pedir coletas e dados complementares aos peritos.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Polícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.