São Paulo proíbe motos nas pistas expressas das marginais

Medida visa a reduzir o número de acidentes fatais envolvendo motociclistas

Naiana Oscar, Jornal da Tarde

15 de janeiro de 2008 | 16h26

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) anunciou nesta terça-feira, 15, que a partir do dia 11 de fevereiro, motociclistas não poderão trafegar pelas pistas expressas das Marginais do Pinheiros e do Tietê, em São Paulo. Segundo o prefeito, a medida visa a reduzir o número de acidentes graves e mortes de motociclistas na cidade.  Você é contra ou a favor da medida? Outra medida que o prefeito anunciou é o teste de uma faixa exclusiva para motos na Avenida 23 de Maio, principal corredor de ligação entre a zona sul e o centro da capital. A medida deve ser implantada entre os dias 21 e 25 de janeiro. A faixa vai funcionar nos dois sentidos da via, à esquerda, do lado do canteiro central. Segundo as primeiras informações, a restrição na 23 vai funcionar das 10 às 16 horas, horário em que há mais motociclistas em circulação, por causa do horário comercial e de funcionamento de bancos. Na 23 de Maio, no horário de pico, passam aproximadamente 1,3 mil motocicletas por hora. Entre as 10 e as 16 horas, cerca de 2 mil motociclistas percorrem a via. Segundo o prefeito, a medida foi fundamentada com base nas informações coletadas sobre acidentes envolvendo motoqueiros. Em 2006, aconteceram nas marginais 231 acidentes graves envolvendo motociclistas. No esforço para reduzir os acidentes com moto, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) havia anunciado em fevereiro de 2006 que estudava criar uma faixa exclusiva para eles nas vias onde mais esses acidentes ocorrem, as marginais do Tietê e do Pinheiros. No entanto, a prefeitura acabou sendo mais severa, e proibiu o trânsito nas vias expressas.Segundo a CET, nas pistas expressas das marginais ocorrem três vezes mais acidentes do que nas locais. O volume de tráfego de motos nas duas pistas é praticamente igual. Por que, então, a diferença? O principal motivo é a velocidade permitida, maior na expressa: 90 km/h. Na local, é 70. Desde a constatação, a CET passou a colocar faixas nas marginais, pedindo que os motoqueiros usem a via local. O apelo é de difícil assimilação para uma categoria - os motoboys - que correm atrás do ganha-pão. Quanto mais entregas fazem (de documentos a pizzas), mais ganham.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitomotocicletasmarginais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.