Reprodução Twitter/Estadão
Reprodução Twitter/Estadão

São Paulo perde disputa para sediar a Expo 2020

Capital foi descartada na primeria rodada de votação, em Paris; Dubai será a sede do evento

Thais Arbex, O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2013 | 13h26

Atualizado às 14h34.

SÃO PAULO - Com apenas 13 votos, São Paulo foi descartada nesta quarta-feira, 27, logo na primeira rodada de votação, em Paris, que definiu a sede da Expo 2020. Dubai (Emirados Árabes) foi a vencedora, superando ainda Ekaterinburg (Rússia) e Izmir (Turquia).

A Exposição Mundial é o terceiro maior evento do mundo, atrás da Copa e da Olimpíada. Realizado normalmente a cada cinco anos, embora não tenha periodicidade rígida, o evento dura seis meses.

Em 2010, em Xangai (China), recebeu 73 milhões de visitantes. A próxima edição será em Milão (Itália), em 2015.

Mais conteúdo sobre:
expo 2020são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.