''São Paulo não acaba de crescer nunca''

O argentino Félix Monti, diretor de fotografia do premiado O Segredo dos Seus Olhos, esteve em São Paulo nesta semana para participar de um debate na Cinemateca Brasileira. Sua ligação com a cidade é de longa data. Além de já ter trabalhado em diversos filmes brasileiros - como O Que É Isso Companheiro e O Auto da Compadecida -, Monti já morou na Barra Funda, entre 1966 e 1970. Desta última vez, aproveitou o tempo livre para conhecer alguns restaurantes.

Félix Monti, diretor de fotografia argentino, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2010 | 00h00

Evolução. "São Paulo mudou muito desde que saí daqui, nos anos 70. A cidade cresceu, em todos os sentidos. Cresceu geograficamente, há mais locais para jantar, para sair, mais cinemas... A cidade evoluiu num ritmo impressionante. São Paulo é muito grande, uma cidade que cresce e que não acaba de crescer nunca."

Cinema. "São Paulo é uma cidade cinematograficamente preparada para tudo. Tem muitas locações, facilidades, uma vida cultural forte e pessoas preparadas para fazer cinema. É um cenário muito rico."

Gastronomia. "Eu gostaria de visitar muitas coisas, mas vim com pouco tempo e muitos compromissos. Mas deu para ir a restaurantes e pizzarias que não conhecia. Tem muitos locais para a gente escolher, a variedade aqui é muito grande." / RODRIGO BURGARELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.