São Paulo ganhará 182 novos radares

Até o fim do ano, mais 182 - 175 fixos, 13 móveis e 60 Leitores Automáticos de Placas - se juntarão aos atuais 367

Diego Zanchetta e Rodrigo Brancatelli,

18 de setembro de 2008 | 00h55

A Secretaria Municipal de Transportes garante que está aumentando a fiscalização com novos radares. Até o fim do ano, mais 182 - 175 fixos, 13 móveis e 60 Leitores Automáticos de Placas - se juntarão aos atuais 367. Segundo a Assessoria de Imprensa, também já há campanhas educativas que atingem 1,5 milhão de pessoas por mês e uma iniciativa para diminuir o número de acidentes com motociclistas: o Selo Trânsito Seguro, voltado a empresas de entrega de pequenas cargas ou que operem com frotas de motocicletas. Só recebe a certificação aquelas que adotam práticas eficientes de gestão de segurança.  A inscrição é voluntária e gratuita. No ano passado, 52 empresas tentaram conseguir o selo e 41 foram certificadas, atingindo uma frota de cerca de 4.200 motocicletas, entre as 600 mil que circulam na cidade. A expectativa da Secretaria é de que, até o fim deste ano, cerca de 30 mil motofretistas estejam em empresas credenciadas. Procurado desde a semana passada para comentar os números de acidentes, o secretário Alexandre de Moraes não quis dar entrevista.  

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.