São Paulo ganha mais 4 km de faixas de ônibus nesta segunda-feira

Trechos estão distribuídos entre as zonas norte e sul; com novas vias, malha total chega a 236,4 quilômetros

Luiz Fernando Toledo, Especial para o Estado

21 de outubro de 2013 | 11h21

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo terá mais 4,3 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus a partir desta segunda-feira, 21. No maior trecho, na Parada Inglesa, zona norte da cidade, serão 2,5 quilômetros para os coletivos, que terão prioridade à direita nas Avenidas Luiz Dumont Villares e Álvaro Machado Pedrosa. Em direção ao centro, a faixa será implementada entre a Rua Sevilha e a Praça Orlando Silva e no sentido bairro, entre a Praça Orlando Silva e a Avenida Tucuruvi.

O outro trecho - de 1,8 km - ficará na Avenida George Corbisier, no Jabaquara, zona sul. Será contemplada a área entre as Avenidas Engenheiro Armando de Arruda Pereira e General Daltro Filho. Os ônibus que circulam na via terão prioridade à direita em ambos os sentidos. Os demais veículos terão duas faixas de rolamento em cada pista.

Com isso, a malha vai atingir 236,4 quilômetros - 14 a mais do que a última meta estipulada pelo governo.

Os dispositivos serão ativados de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h e, aos sábados, das 6h às 14h. Por enquanto, quem desrespeitar as faixas receberá uma orientação. As multas valerão a partir de 4 de novembro, e o valor será de R$ 53,20.

Na Parada Inglesa circulam 22 linhas de ônibus municipais, 10 em direção ao centro e 12 no sentido bairro, totalizando uma média de 140 mil passageiros por dia útil. No Jabaquara, são 20 linhas de transporte público no sentido centro e outras 15 para os bairros, somando quase 380 mil usuários todos os dias.

Mais conteúdo sobre:
faixaônibussp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.