São Paulo entra em estado de atenção para alagamentos por causa de fortes chuvas

Centro de Gerenciamento de Emergências emitiu alerta na manhã desta sexta-feira e indicou possibilidade de rajadas de vento, descargas elétricas e queda de granizo

Redação - O Estado de S.Paulo

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo emitiu um "estado de atenção" às 05h05 para todas as regiões da Capital por risco de alagamentos devido às fortes chuvas da manhã desta sexta-feira, 28. De acordo com o órgão, os bairros da zona norte e oeste foram os primeiros atingidos pela pelas tempestades neste início de dia. Há possibilidade de rajadas de vento, descargas elétricas e queda de granizo.

Após forte calor nos últimos dias no município, com temperatura acima dos 30°C, uma área de instabilidade, associada com a passagem de uma frente fria pelo litoral do Estado, já provoca chuva com intensidade nos municípios ao oeste da cidade de São Paulo. 

Fachada do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo. Foto: Google Maps/Street View Foto:

A previsão para o restante desta sexta, segundo o CGE, é um dia marcado por chuva de moderada a forte, principalmente entre a tarde e à noite. O termômetro não deve ultrapassar os 25°C. São esperados elevados volumes de precipitação, que devem provocar impacto significativo na formação de alagamentos, transbordamentos de rios e córregos e possíveis deslizamentos de terra em áreas de risco.

Continua após a publicidade

 

Já o final de semana tende a seguir com tempo fechado, chuva volumosa e temperaturas mais agradáveis em relação à última semana. A madrugada de sábado, 29, deve registrar céu nublado com chuva intermitente, termômetros em média na casa dos 18°C e, no decorrer do dia, as precipitações intensificadas, principalmente entre a tarde e à noite. A temperatura máxima não supera os 22°C, enquanto os menores percentuais de umidade do ar se mantêm acima dos 60%.

A CGE alerta ainda que para amenizar os efeitos dos alagamentos, a população precisa evitar transitar por essas ruas; não se aventurar a enfrentar as correntezas; ficar em lugar seguro; manter-se longe da rede elétrica e não parar debaixo de árvores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

São Paulo entra em estado de atenção para alagamentos por causa de fortes chuvas

Centro de Gerenciamento de Emergências emitiu alerta na manhã desta sexta-feira e indicou possibilidade de rajadas de vento, descargas elétricas e queda de granizo

Redação - O Estado de S.Paulo

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo emitiu um "estado de atenção" às 05h05 para todas as regiões da Capital por risco de alagamentos devido às fortes chuvas da manhã desta sexta-feira, 28. De acordo com o órgão, os bairros da zona norte e oeste foram os primeiros atingidos pela pelas tempestades neste início de dia. Há possibilidade de rajadas de vento, descargas elétricas e queda de granizo.

Após forte calor nos últimos dias no município, com temperatura acima dos 30°C, uma área de instabilidade, associada com a passagem de uma frente fria pelo litoral do Estado, já provoca chuva com intensidade nos municípios ao oeste da cidade de São Paulo. 

Fachada do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo. Foto: Google Maps/Street View Foto:

A previsão para o restante desta sexta, segundo o CGE, é um dia marcado por chuva de moderada a forte, principalmente entre a tarde e à noite. O termômetro não deve ultrapassar os 25°C. São esperados elevados volumes de precipitação, que devem provocar impacto significativo na formação de alagamentos, transbordamentos de rios e córregos e possíveis deslizamentos de terra em áreas de risco.

Continua após a publicidade

 

Já o final de semana tende a seguir com tempo fechado, chuva volumosa e temperaturas mais agradáveis em relação à última semana. A madrugada de sábado, 29, deve registrar céu nublado com chuva intermitente, termômetros em média na casa dos 18°C e, no decorrer do dia, as precipitações intensificadas, principalmente entre a tarde e à noite. A temperatura máxima não supera os 22°C, enquanto os menores percentuais de umidade do ar se mantêm acima dos 60%.

A CGE alerta ainda que para amenizar os efeitos dos alagamentos, a população precisa evitar transitar por essas ruas; não se aventurar a enfrentar as correntezas; ficar em lugar seguro; manter-se longe da rede elétrica e não parar debaixo de árvores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.