São Paulo diz não ter débitos no CT da Barra Funda

Incluído pela Justiça na lista de devedores que seriam favorecidos pela aprovação da anistia, o São Paulo Futebol Clube afirmou ontem que não tem débitos com a Prefeitura relacionados ao terreno usado como centro de treinamento na Barra Funda.

O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2012 | 03h04

Segundo a Assessoria de Imprensa, a área foi cedida sem a exigência de aluguel.

O São Paulo ressaltou que o terreno não tem nem sequer um valor venal definido para cálculo de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por exemplo. A taxa cobrada é social e, segundo o clube, paga com a abertura do espaço a estudantes. Os débitos têm relação com o Imposto Sobre Serviços (ISS) e já estão negociados pelo Programa de Parcelamento Incentivado (PPI).

A Prefeitura afirma que Corinthians, Palmeiras, Juventus, Penha e Ipê aderiram ao PPI. / A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.