São Paulo apresenta 158 km de congestionamento

Zonas sul e oeste concentravam quase a metade desse índice; foram registrados 13 pontos de alagamento

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

13 de março de 2008 | 17h38

O excesso de veículos e a chuva complicaram o trânsito em São Paulo no fim da tarde desta quinta-feira, 13. Às 17h09, havia 158 km de congestionamento, o que representa 18,9% dos 835 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). As vias das zonas sul e oeste concentravam quase a metade desse índice. No horário, eram registrados 13 pontos de alagamento, sendo um deles, na Rua Bernardo José de Lorena, em Perus, zona norte, em situação intransitável.   Veja também: Acompanhe a situação do trânsito em SP agora Pesquisadores mostram como se forma o trânsito  Para especialistas, caminhões 'dão nó' nas ruas O trânsito, para você, tem piorado? Opine    A pior via para o motorista era a Marginal do Tietê, que estava congestionada nas pistas expressa e local por 11,2 km, entre as Pontes da Freguesia do Ó e do Tatuapé, no sentido da Rodovia Castelo Branco, e por mais 10 km, da Castelo até a Ponte da Casa Verde, no sentido da Ayrton Senna. A circulação também era ruim no Corredor Norte-Sul (formado pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães). Havia 7,2 km de morosidade, da Avenida Jamaris até a Praça da Bandeira, no sentido do Aeroporto de Congonhas, e 4,9 km, a partir da Rua Estado de Israel, no sentido contrário, de Santana.   Na Avenida dos Bandeirantes, as filas de engarrafamento alcançavam 5,1 km, no sentido da Marginal do Pinheiros, e 3,2 km, no sentido da Rodovia dos Imigrantes. A Radial Leste, no sentido centro, tinha 4,6 km com pontos de parada, da Rua Wandenkolk até o Viaduto Pires do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.