São Paulo anuncia megablitz da lei antifumo no litoral

Mais 58 'caça-fumaça' se juntarão aos outros 500 para operação na costa paulista a partir desse fim de semana

Solange Spigliatti, Central de Notícias

08 Janeiro 2010 | 11h34

 Selo-Verao

SÃO PAULO - A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai intensificar a fiscalização da lei antifumo nas cidades do litoral durante a Operação Verão. O governo planeja uma megablitz nas praias do Estado, com aumento de fiscais neste fim de semana. A operação contará outros 58 técnicos que serão integrados à equipe de mais de 500 agentes da Vigilância Sanitária e do Procon especialmente treinados para a tarefa.

 

No início do mês, uma matéria do Estado apontou que os comerciantes do litoral encontraram dificuldades para impedir que os veranistas apagassem os cigarros. O principal problema é que esses bares, restaurantes, padarias e até shoppings de praias, por serem abertos, avarandados e terem mesas ao ar livre, ao lado de marquises e toldos, dão a falsa ideia de estarem em locais abertos - onde é permitido fumar. Com a ausência de fiscais, os lojistas reclamaram da falta de orientação.

Eles irão se juntar às equipes que já atuam na região desde o início da vigência da lei antifumo, em 7 de agosto. Em cinco meses, foram realizadas 185.648 ações de fiscalização e aplicadas 546 multas em todo o Estado. De acordo com a secretaria, o índice de cumprimento da legislação segue superior a 99%, como vem ocorrendo desde o princípio da medida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.