São Paulo abaixo de zero

Na estação mais quente do ano, Sesc monta complexo esportivo com ski e patinação no gelo

Bruna Fasano e Thais Caramico, Jornal da Tarde

09 Janeiro 2009 | 12h54

Qualquer pacote diário de esqui, com passe até a montanha, aluguel de roupa e equipamento e uma pequena refeição custa, no mínimo, R$ 400. Isto sem contar a passagem de avião até o destino gelado. Mas a partir deste sábado, 10, mais perto e sem ter de colocar a mão no bolso, a 14ª edição do Sesc Verão muda repentinamente o clima do mês e cria na unidade da Pompeia um espaço para práticas de esportes de inverno.   Em outras 12 unidades na cidade, uma vasta programação (mais quente) foi feita com base na ‘teoria das inteligências múltiplas’, do cientista americano Howard Gardner. A ideia é que todas as pessoas possam desafiar seus medos e encarar qualquer tipo de atividade. Para isso, uma série de atrações físicas e esportivas, algumas pouco praticadas, como curso de bem-estar sustentável, manipulação da imagem com câmera fotográfica, hóquei e até esculturas em gelo - este, de verdade.   A era do gelo   Há 20 anos, Carlos Eduardo Barros de Almeida, o ‘Dinho’, pratica esqui e snowboard. Tricampeão brasileiro de ‘snow’, ele e outros atletas, como Rogério Lalau, se apresentam na rampa de gelo artificial do Sesc Pompeia, no sábado e no domingo, às 18h30. "Vamos mostrar para quem nunca teve acesso a uma montanha como o esporte funciona. Com os equipamentos específicos, faremos muitas manobras", promete Dinho.   Com 20m de extensão e 10m de largura, a rampa de esqui estará aberta para visitantes a partir de 10 anos - o empréstimo de prancha e luvas é somente para proteção, pois frio mesmo não há. A rampa e a pista de patinação são feitas com material sintético, o mesmo utilizado nos EUA, que assemelha-se ao gelo. É artificial, mas nem por isso a adrenalina é menor. "É como se você estivesse em uma pista de verdade. Só não alcança a mesma velocidade", conta Dinho.   Nos patins, Diego Moraes, o quarto melhor do mundo em 1999, 2003 e 2004, se apresenta ao lado da campeã brasileira Lauta Muttoni, entre os dias 13 e 25, em quatro horários: 11h30 e 14h (3ª a 6ª), e 16h e 18h (domingo). Crianças acima de sete anos podem entrar na pista no restante do tempo - patins, luva e capacete são fornecidos. Para os menores, foi montada a ‘Vila Esquimó’, com cenário temático e várias brincadeiras. E, nas tardes de domingo, o designer Adriano Elias irá esculpir diversas figuras no gelo.   Sesc Pompeia: R. Clélia, 93, 3871-7700. 12h30/21h30 (sáb., 10h/20h; dom., 10h/ 18h). Grátis. Abre amanhã no sábado, 10. Até 24/2.   Inverno o ano todo   Os treinos de quem pratica esportes de inverno costumam acontecer na Europa e em países como Chile e Estados Unidos. Mas em São Roque, a 54km da capital, há o Ski Mountain Park (Estr. da Serrinha, km 3, Cambará, 4712-3299), em que a principal atração é uma pista de snowboard com cerca de 500m. Nos shoppings Santana e Eldorado há pistas de gelo para patinação. No Eldorado, acontece ainda aulas de hóquei com a Capelle’s Hockey School (3032-9248). Se a ideia é apenas preparar o físico para enfrentar a neve, a academia Agência de Fitness (R. Brito Peixoto, 451, Brooklin, 5531-1336) desenvolveu um treino especial, que é feito na cama elástica.

Mais conteúdo sobre:
Verao2009 Verao 2009 gelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.