São José do Rio Preto declara estado de emergência por chuvas

Município paulista teve duas mortes nesta madrugada; em pouco mais de uma hora, choveu 132 milímetros

Agência Brasil,

18 Janeiro 2010 | 16h10

A prefeitura de São José do Rio Preto, no interior paulista, decretou estado de emergência por causa das chuvas que atingiram o município na madrugada desta segunda-feira, 18. Segundo a Defesa Civil, em pouco mais de uma hora, choveu 132 milímetros, o equivalente a 20 vezes o total registrado em janeiro do ano passado.

 

Veja também:

linkRodovias seguem bloqueadas por chuvas em SP

linkChuva do fim de semana castiga 200 famílias em Atibaia

 

Duas pessoas morreram: um bombeiro de 24 anos que resgatava uma vítima e um idoso de 75 anos, que ficou preso dentro do carro em um local alagado. A Defesa Civil informou que não há desabrigados, nem desalojadas e que as principais avenidas da cidade que foram inundadas ficaram esburacadas e com os canteiros centrais e o paisagismo danificados. As lojas também foram inundadas.

 

Há três pontes interditadas, uma por ter caído e duas que estão com as estruturas abaladas. A limpeza da cidade já está sendo executada. De acordo com a Defesa Civil, o ritmo da cidade deve voltar ao normal em dois dias.

 

Em Atibaia, a chuva atingiu mais fortemente nove bairros, deixando 204 famílias desalojadas. Segundo a prefeitura, nos últimos 12 dias, já choveu 189,5 milímetros, sendo que o esperado para o mês de janeiro é de 243 milímetros. As famílias estão começando as ser deslocadas para alojamentos da prefeitura em escolas.

Mais conteúdo sobre:
SP chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.