Santa Ifigênia: protesto fechará lojas às 14h

Comerciantes da Rua Santa Ifigênia, na Luz, região central de São Paulo, pretendem fechar as portas hoje, a partir das 14h. Apoiados por moradores da região, eles vão protestar contra o Projeto Nova Luz, iniciativa da Prefeitura para revitalizar 45 quarteirões do bairro com o apoio da iniciativa privada. A manifestação deve ser acompanhada por pelo menos três candidatos a prefeito.

O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2012 | 03h05

A população reclama que não foi ouvida ao longo dos últimos anos, durante a elaboração da proposta. Comerciantes dizem que, da forma como foi pensado, o projeto Nova Luz vai "impactar negativamente a vida de mais de 50 mil trabalhadores, 15 mil empresas e 12 mil moradores", segundo nota divulgada pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) da Santa Ifigênia.

O texto diz ainda que o plano municipal "não cumpre a promessa de requalificar o local e dar assistência aos dependentes químicos da suposta cracolândia que estaria no local". O presidente da CDL Joseph Riachi afirma que pretende entregar aos candidatos a prefeito um documento no qual eles se comprometam a rever o projeto. "A região está unida. Afinal, é nossa vida que está em jogo. Para nós, não importa quem vai ser o prefeito. O que a gente quer é sentar para articular uma proposta que conte com a participação de todos. Ninguém é contra a revitalização do bairro", declara.

Até as 20h, Celso Russomanno (PRB), Fernando Haddad (PT) e Carlos Gianazzi (PSOL) haviam confirmado presença no protesto de hoje. A CDL informou que enviou convite a todos os candidatos. Segundo Riachi, a concentração está marcada para as 14h no cruzamento das Ruas Vitória e Santa Ifigênia. Duas horas depois, deve começar uma caminhada pelas ruas do centro.

Procurada, a Prefeitura destacou ter feito desde agosto seis audiências públicas, nove reuniões com comerciantes e 15 com movimentos de moradia. /TIAGO DANTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.